Animados, jovens brasileiros aguardam chegada de Michelle Obama

Estudantes de escolas públicas participam de evento com primeira-dama americana

Luísa Pécora, enviada a Brasília |

Luísa Pécora
As estudantes Yasmin Gomes(E) e Thais Carvalho(D)conseguiram acompanhar a cerimônia
O clima é de animação e expectativa na manhã deste sábado no restaurante Oca da Tribo, em Brasília, onde a primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, participará de um evento com jovens de escolas públicas brasileiras.

As estudantes Thais Carvalho, 15 anos, e Yasmin Gomes, 14, acordaram cedo para se preparar para o encontro com Michelle. "Queríamos deixar tudo pronto e escolher uma roupa bonita e bem confortável", afirmou Yasmin, em entrevista ao iG .

Alunas do Centro Interdisciplinar de Línguas de Taguatinga (CILT), uma escola pública de idiomas próxima à Brasília, elas conseguiram duas das quatro vagas reservadas para o CILT no evento. "Ficamos muito orgulhosas, porque foi um processo seletivo bem rigoroso, baseado nas notas", contou Thais.

Com máquinas fotográficas a postos, elas sabem que será difícil conversar com a primeira-dama, mas se dizem satisfeitas com a possibilidade de ouví-la. "Acho que vai ser uma bela festa", disse Yasmin, sorrindo muito.

As meninas também vão estar de olho na roupa escolhida pela primeira-dama, considerada um ícone da moda. "Ela é sempre tão elegante", comenta Yasmin.

Jovens Embaixadores

Entre os cerca de 70 jovens que participarão do evento estão 15 integrantes do programa Jovens Embaixadores , que todos os anos leva alunos de escolas públicas brasileiras para um intercâmbio cultural de três semanas nos Estados Unidos.

Patrocinado pela Embaixada americana, o projeto criado em 2002 já levou 212 estudantes do Brasil aos EUA.

Felipe Marques, 19 anos, fez parte do grupo que integrou o programa em 2010 e encontrou a primeira-dama em Washington.Ele aguarda com grande expectativa o reencontro com Michelle Obama.

"Considerando que ela é a primeira-dama dos Estados Unidos, acho que dois encontros já nos torna íntimos", brincou.

Felipe, que estuda Ciências Sociais na Universidade de Brasília, diz que pretende perguntar se Michelle Obama se lembra dele. "Em Washington, quando ela me abraçou, eu disse que ela tinha de vir à capital do Brasil, onde eu morava", afirmou, orgulhoso. "Ela cumpriu a promessa que fez pra mim.

    Leia tudo sobre: obamavisita obamaMichele Obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG