Japonês "Kotoko" leva prêmio Horizontes em Veneza 2011

Filme de Shinya Tsukamoto é vencedor da seção dedicada a obras mais experimentais

Mariane Morisawa, enviada especial a Veneza |

O longa japonês “Kotoko”, de Shinya Tsukamoto, é o vencedor do prêmio Horizontes, da mostra de mesmo nome do Festival de Veneza 2011 , na tarde deste sábado (10). A notícia foi anunciada pelo presidente do júri da mostra paralela, o diretor chinês Jia Zhang-ke. Estrelado pela cantora Cocco, o filme fala sobre uma mãe levada ao desespero ao cuidar de seu bebê.

Divulgação
A cantora Cocco em cena de "Kotoko", de Shinya Tsukamoto, vencedor da seção Horizontes
O Prêmio Especial do Júri foi para o documentário “Whores’ Glory”, coprodução Áustria-Alemanha dirigida por Michael Glawogger, que viajou a Bancoc, Bangladesh e Cidade do México para mostrar a vida das prostitutas. “O Le Tulafale”, coprodução Nova Zelândia-Samoa de Tusi Tamasese, levou a menção especial.

O longa “Girimunho” , de Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina, era o concorrente brasileiro na mostra, mas saiu sem prêmios.

Siga o iG Cultura no Twitter

“Accidentes Gloriosos”, coprodução Argentina, Dinamarca e Suécia, dirigida por Mauro Andrizzi e Marcus Lindeen, foi eleito o melhor média-metragem.

O melhor curta-metragem da seção foi o italiano “In Attesa Dell’Avvento”, de Felice D’Agostino e Arturo Lavorato. “All the Lines Flow Out”, curta experimental de Singapura, dirigido por Charles Lim Yi Yong, ganhou menção especial. Já o curta austríaco “Hypercrisis”, de Josef Dabernig, foi o selecionado para participar do European Film Awards.

    Leia tudo sobre: festival de venezakotokohorizontescinema japonês

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG