Festival de Veneza 2011 terá Polanski, Clooney e Madonna

Disputa pelo Leão de Ouro reúne cineastas consagrados, mas filmes fora de competição prometem roubar os flashes na Itália

iG São Paulo |

Divulgação
Kate Winslet, Jodie Foster, John C. Reilly e Christoph Waltz em "God of Carnage", de Polanski
Como esperado, o Festival de Veneza 2011 terá uma programação de peso em sua 68ª edição, entre 31 de agosto e 10 de setembro. Os novos filmes de Roman Polanski, "God of Carnage" ("Deus da Carnificina"), e "A Dangerous Method", de David Cronenberg, vão estar na disputa pelo Leão de Ouro ao lado de outros grandes realizadores do cinema mundial. "The Ides of March" , com George Clooney em frente e atrás das câmeras, será o filme de abertura. Fora de competição, chamam a atenção os longas-metragens dirigidos por Madonna ("W.E."), Al Pacino ("Wilde Salome") e James Franco ("Sal").

Baseado na peça de Yasmina Reza, "God of Carnage" é o primeiro filme de Polanski depois que o diretor saiu da prisão domiciliar em um chalé na Suíça. O elenco encabeçado por Jodie Foster, Kate Winslet, Christoph Waltz e John C. Reilly narra a história de dois casais que tentam solucionar suas diferenças após a briga de seus filhos.

"A Dangerous Method" é o terceiro trabalho na sequência de Cronenberg com Viggo Mortensen, depois de "Uma História de Violência" e "Senhores do Crime". O ator interpreta Sigmund Freud, que se encontra com Carl Jung (Michael Fassbender, de "X-Men: Primeira Classe") às vésperas da Primeira Guerra Mundial. O pano de fundo dramático da trama passa pela relação entre Jung e a jovem Sabina Spielrein (Keira Knightley), que de paciente com um histórico de violência se transforma em amante do psiquiatra.

Divulgação
Ryan Gosling, ao lado de pôster com George Clooney, em "The Ides of March", o filme de abertura
Fassbender também estrela "Shame", do celebrado britânico Steve McQueen ("Hunger"), ao lado de Carey Mulligan. O diretor sueco Tomas Alfredson, de "Deixa Ela Entrar" , estreia fora de seu país com "Tinker, Taylor, Soldier, Spy", adaptação do romance de espionagem "O Espião que Sabia Demais", de John le Carré. Já Abel Ferrara apresenta "4:44 Last Day on Earth", protagonizado por Willem Dafoe e Paz de la Huerta, e William Friedkin ("Operação França", "O Exorcista") coloca Matthew McConaughey como um matador de aluguel em "Killer Joe".

No panteão de cineastas veteranos em festivais estão o russo Aleksander Sokurov ("Faust", versão da lenda celebrizada por Goethe), Todd Solondz ("Dark Horse", com Mia Farrow) e o francês Philippe Garrel (“Un Été Brulant”). Outros destaques são o novo filme da quadrinista Marjane Satrapi que, depois de "Persépolis", dirige com Vincent Paronnaud uma nova adaptação de uma história em quadrinhos sua, "Frango com Ameixas", agora com atores (Isabella Rossellini, Mathieu Amalric e Maria de Medeiros). Em "Wuthering Heights", Andrea Arnold ("Fish Tank", "Marcas da Vida") faz uma nova versão do clássico "O Morro dos Ventos Uivantes", de Emily Brontë.

Divulgação
O cartaz de "W.E.", segundo longa-metragem dirigido por Madonna
Astros fora de competição

Se a briga pelo Leão de Ouro já garantia a presença de diversas celebridades no Lido, ilha onde o Festival de Veneza é realizado, os filmes fora de competição vão atrair ainda mais estrelas para os canais da cidade. Al Pacino receberá uma homenagem especial e mostra seu terceiro trabalho como cineasta, "Wilde Salome", experimento a partir da obra de Oscar Wilde, similar ao que fez em "Ricardo III - Um Ensaio". O polivalente James Franco atua e dirige "Sal", cinebiografia de Sal Mineo, ícone gay que trabalhou com James Dean em "Juventude Transviada" e foi morto a facadas em sua casa em 1976.

Madonna, por sua vez, deve ser responsável pelo maior barulho no evento. "W.E." , seu segundo longa-metragem como diretora, é aguardado com ansiedade e há quem diga que até pode pleitear uma vaga no Oscar. "W.E." alterna as histórias de Wally Winthrop (Abbie Cornish, de "Sucker Punch"), na Nova York de 1998, e Wallis Simpson (Andrea Riseborough), amante na década de 1930 do rei britânico Eduardo 8º, que antecedeu George 6º (James D’Arcy), cuja história foi retratada justamente em "O Discurso do Rei" .

Steven Soderbergh exibe o filme de catástrofe "Contagion" e chega acompanhado por um elenco poderoso – Matt Damon, Gwyneth Paltrow, Kate Winslet, Jude Law, Marion Cotillard, Laurence Fishburne, Bryan Cranston e John Hawkes, indicado ao Oscar 2011 por "Inverno da Alma". Se metade for a Veneza, já fará a alegria dos fotógrafos. Kate Winslet também deve ir a Itália graças a exibição no festival da minissérie “Mildred Pierce”, de Todd Haynes.

O italiano Marco Bellocchio ( "Vencer" ) vai exibir uma cópia restaurada de “Nel Nome del Padre” (72) e receber um Leão de Ouro especial pelo conjunto da obra. Também haverá sessões especiais dos novos filmes de Chantal Akerman (“La Folie Almayer”) e Jonathan Demme (o documentário “I'm Carolyn Parker: The Good, The Mad and The Beautiful”).

Fora da competição, o Brasil estará representado na mostra Horizontes (Orizzonti) pelo longa-metragem mineiro "Girimunho", de Helvécio Marins Jr. e Clarissa Campolina, e na seção "Venice Days" com "Histórias que Só Existem Quando Lembradas, de Julia Murat, filha de Lucia Murat. "On the Road", adaptação de Walter Salles para a obra de Jack Kerouac, não ficou pronto a tempo para participar do festival.

O júri será presidido pelo diretor Darren Aronosfy , que ganhou o festival em 2008 com "O Lutador" e concorreu no ano passado com "Cisne Negro". Conheça abaixo os filmes que estarão na disputa pelo Leão de Ouro no Festival de Veneza 2011.

“The Ides of March”, de George Clooney (filme de abertura, EUA)
“Tinker, Taylor, Soldier, Spy”, de Tomas Alfredson (Reino Unido)
“Wuthering Heights”, de Andrea Arnold (Reino Unido)
“Texas Killing Fields”, de Ami Canaan Mann (EUA)
“Quando La Notte”, de Cristina Comencini (Itália)
“Terraferma”, de Emanuele Crialese (Itália)
“A Dangerous Method”, de David Cronenberg (Alemanha, Canadá)
“4:44 Last Day on Earth”, de Abel Ferrara (EUA)
“Killer Joe”, de William Friedkin (EUA)
“Un Été Brulant”, de Philippe Garrel (França)
“Taojie (A Simple Life)”, de Ann Hui (China)
“Hahithalfut (The Exchange)”, de Eran Kolirin (Israel)
“Alpeis (Alps)”, de Yorgos Lanthimos (Grécia)
“Shame”, de Steve McQueen (Reino Unido)
“L'Ultimo Terrestre”, de Gian Alfonso Pacinotti, Gipi (Itália)
“Carnage”, de Roman Polanski (França)
“Poulet Aux Prunes”, de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud (França)
“Faust”, de Aleksander Sokurov (Rússia)
“Dark Horse”, de Todd Solondz (EUA)
“Himizu”, de Sion Sono (Japão)
“Seediq Bale”, de Te-Sheng Wei (China)

    Leia tudo sobre: festival de venezaroman polanskicronenbergmadonna

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG