Crítica confirma preferência por "Carnage" em Veneza 2011

Quadro final de cotações da imprensa traz Polanski em primeiro, Sokurov em segundo e Clooney e Friedkin empatados em terceiro

Mariane Morisawa, enviada especial a Veneza |

Pode-se dizer que “Carnage” , de Roman Polanski, liderou de ponta a ponta a prova – ou o quadro de cotações dadas pelos críticos de 21 jornais e sites, publicada diariamente pelo “Venews”. Desde a quinta-feira (1º), segundo dia do Festival de Veneza 2011 , o filme adaptado da peça de Yasmina Reza permaneceu na frente. Termina o evento com média 3,9.

Divulgação
Jodie Foster e John C. Reilly em "Carnage", dirigido por Roman Polanski
Em segundo, fica “Faust” , de Aleksander Sokurov, com média de 3,7, e “Tudo pelo Poder” , dirigido por George Clooney, em terceiro, com 3,5, empatado com “Killer Joe” , de William Friedkin.

George Clooney, Steve McQueen e Cronenberg são favoritos no Festival de Veneza 2011

Depois, vêm os britânicos “Shame” , de Steve McQueen (3,4), e “O Espião que Sabia Demais” , de Tomas Alfredson (3,3). Todd Solondz e seu “Dark Horse” ocupam a sexta posição, com média 3,2.

Empatados em sétimo estão “A Dangerous Method” , de David Cronenberg, "O Morro dos Ventos Uivantes” , de Andrea Arnold, e “Tao Jie” , de Ann Hui, todos com nota final 3,1.

O primeiro italiano a aparecer na lista é “L’Ultimo Terrestre” , de Gian Alfonson Pacinotti, em oitavo, com média 3.

“Poulet aux Prunes” , de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud, vem em nono, com nota 2,9, seguido de perto pelo empate de “Terraferma” , dirigido por Emanuele Crialese, “People Mountain, People Sea” , de Cai Shangjun, e “Life Without Principle” , de Johnnie To, todos com 2,8.

“Alpis” , de Yorgos Lanthimos, e “Texas Killing Fields” , de Ami Canaan Mann, ocupam a 11ª posição, com média 2,7, com “Hahithalfut” , de Erin Kolirin, logo depois, com nota 2,6.

Os apocalípticos “Himizu” , de Sono Sion, e “4:44 – Last Day on Earth” , de Abel Ferrara, estão no 12º posto, com 2,4.

“Un Été Brûlant” , de Philippe Garrel, e “Saideke Balai” , de Te-sheng Wei, ficam no penúltimo lugar, com 1,8.  E, na lanterna, claro, “Quando la Notte” , da italiana Cristina Comencini, com média 1,5. A diretora conseguiu apenas uma cotação de 3 estrelas, oito 2 estrelas, uma 1,5 estrela e 9 uma estrela.

    Leia tudo sobre: festival de venezacarnageroman polanskicinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG