Crítica arrasa "W.E.", filme de Madonna exibido em Veneza

Jornalista inglês diz que longa baseado na realeza britânica é "peru que sonhou ser pavão"

Reuters |

Madonna pode ser a "rainha do pop", mas sua coroa como diretora de cinema escorregou nesta semana depois que as primeiras críticas sobre seu segundo filme, "W.E." , o consideraram entre mediano e ruim.

O filme, que teve ontem sua estreia mundial no Festival de Veneza 2011 , é vagamente baseado no relacionamento da norte-americana divorciada Wallis Simpson, cujo caso com o rei britânico Edward 8º (James D'Arcy) levou à sua abdicação.

Divulgação
Os atores James D'Arcy e Andrea Riseborough em "W.E.", de Madonna
Madonna disse que era fascinada pela história há algum tempo, pensando em por que um homem faria um sacrifício tão grande por amor.

Andrea Riseborough interpreta Wallis e Abbie Cornish faz uma mulher moderna que se torna obcecada com a pessoa que provocou uma crise constitucional em 1936.

Siga o iG Cultura no Twitter

O jornal britânico The Guardian não poupou os sentimentos de Madonna, dando apenas uma de cinco estrelas em uma crítica. "Será que Madonna está sendo sincera aqui?", disse Xan Brooks. "Se for, seu filme é mais risível do que tínhamos qualquer direito de esperar; uma tolice enfeitada, um peru que sonhou que era um pavão."

Outros foram menos condenatórios, apesar de o tom geral das críticas ser negativo, e um site satirizou dizendo que pode estar na hora de a cantora de 53 anos se abdicar de sua carreira como cineasta.

Todd McCarthy do Hollywood Reporter opinou: "A segunda investida de Madonna na direção é agradável para os olhos e os ouvidos, mas falta qualquer coisa para alma."

E Mark Adams, crítico-chefe do Screen Daily, escreveu: "Madonna tem grandes ambições ao encarar amor, celebridade, fama, abuso e decepção, muitas vezes atingindo seus objetivos – e às vezes não – mas sempre oferecendo imagens que são lindamente filmadas e montadas." Ele destacou a interpretação de Riseborough, que descreveu como sendo "brilhante".

O Daily Telegraph deu a "W.E" três de cinco estrelas, enquanto Baz Bamigboye do Daily Mail fez alguns elogios. "Muitas pessoas vão odiar, simplesmente porque foi feito por Madonna", escreveu. "Mas se eles fossem assistir sem saber quem dirigiu o filme, teriam uma surpresa agradável. Eles podem até achar divertido, apesar de em algum momento terem de se perguntar se Madge [apelido de Madonna] cometeu uma traição."

null

    Leia tudo sobre: festival de venezamadonnaw.e.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG