"Carnage" é o preferido da crítica internacional em Veneza

Quadro de cotações coloca filme de Roman Polanski em primeiro, e "Shame" em segundo

Mariane Morisawa, enviada especial a Veneza |

“Carnage” , de Roman Polanski, lidera o quadro de cotações do diário “Venews”, que conta com as notas de críticos de 21 jornais ou revistas do Festival de Veneza 2011 . O filme ganhou quatro cotações máximas, de cinco estrelas, além de dez 4 estrelas, duas 3,5 estrelas e cinco 3 estrelas.

“Shame” , de Steve McQueen, recebeu um número menor de 5 estrelas: três. Seis jornalistas consideraram o filme quatro estrelas, e dois deram 3,5 estrelas.

Análise: Balanço parcial da competição em Veneza é positivo, com destaque para "Shame"

Divulgação
Christoph Waltz e Kate Winslet em "Carnage", dirigido por Roman Polanski
“Dark Horse” , de Todd Solondz, foi mais polêmico: também ganhou três 5 estrelas e seis 4 estrelas, mas três críticos acharam que o longa merece apenas 1 estrela. Em seguida, vem “Terraferma” , de Emmanuele Crialese, com duas 5 estrelas e sete 4 estrelas. Sua cotação mínima é 2 estrelas, dada por três jornalistas

Siga o iG Cultura no Twitter

Em quinto ficou “Tudo pelo Poder” , com duas 5 estrelas e seis 4 estrelas. “Alpis” , do grego Yorgos Lanthimos, levou o mesmo número de 5 estrelas, duas, mas suas notas estão mais divididas: três 4 estrelas, uma 3,5 estrelas, quatro 3 estrelas, três 2,5 estrelas, quatro 2 estrelas, uma 1,5 estrela e três cotações 1 estrela.

“A Dangerous Method” , de David Cronenberg, não foi considerado cinco estrelas por nenhum dos críticos. Suas cotações mais altas foram uma 4.5 estrelas, 6 quatro estrelas e uma 3.5 estrelas.

“O Espião que Sabia Demais” , de Tomas Alfredson, está na lista com seis 4 estrelas, duas 3,5 estrelas, nove 3 estrelas e duas 2 estrelas. Dois jornalistas não opinaram. O filme ficou praticamente empatado com “Poulet aux Prunes” , de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud, cuja cotação máxima também foi 4 estrelas, concedida por seis veículos.

“Tao Jie” , de Ann Hui, de Hong Kong, teve cinco 4 estrelas, oito 3 estrelas e duas 2 estrelas. Seis críticos não deram suas notas.

“Saideke Balai” , de Te-sheng Wei, e “Un Été Brulant” , de Philippe Garrel, receberam o maior número de uma estrela, a cotação mínima: sete cada filme. Mas o chinês de Taiwan levou uma nota 4 estrelas, duas 3 estrelas, seis 2 estrelas e duas 1,5 estrela, enquanto o francês Philippe Garrel não foi considerado quatro estrelas por ninguém. Entre suas notas, há apenas quatro 3 estrelas, uma 2,5 estrelas, seis 2 estrelas e três 1,5 estrela. Por isso, está na lanterna do quadro.

Votam: Maria Pia Fusco, do “La Repubblica”, Roderick Conway Morris, do “Herald Tribune”, Paolo Mereghetti, do “Corriere della Sera”, Jacques Mandelbaum, do “Le Monde”, Fúlvia Caprara, do “La Stampa”, Kniebe/Vahabzadeh, do “Süddeutsche Zeitung”, Maurizio Caverzan, do “Il Giornale”, Michel Ciment, da “Positif”, Michele Gottardi, do “La Nuova Venezia”, Marshall/Fainaru, do “Screen International”, Adriano de Grandis, do “Il Gazzettino”, Muir/Ide, do “The Times”, Silvestri/Ciotta, do “Il Manifesto”, Salvador Llopart, do “La Vanguardia”, Crespi/Zonta, do “L’Unità”, Shane Danielsen, do “Indiewire”, Mariarosa Mancuso, do “Il Foglio”, Samir Farid, do “Almasry Alyoum”, Fabio Ferzetti, do “Il Messagero”, Roberto Pugliese, do “Venews Daily”, e a redação do “My Movies”.

Na votação da crítica online do site www.mousedoro.it, “Carnage” lidera com média 7,9, seguido de “Tudo pelo Poder” (7,5), e “Shame” (7,4). “Alpis” tem 7,1, empatado com “Tao Jie”. “Terraferma” ficou com 7, e “A Dangerous Method”, 6,6, junto com “Dark Horse”. “O Espião que Sabia Demais” conseguiu 6,5, “Poulet aux Prunes”, 6,4, e “Saideke Balai”, 4,6. Na lanterna, vem “Un Été Brulant”, com 3,3.

    Leia tudo sobre: festival de venezacarnageshamedark horse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG