Andrea Arnold faz versão moderna de "O Morro dos Ventos Uivantes"

Diretora inglesa usa, pela primeira vez, atores negros para interpretar Heathcliff no clássico

Mariane Morisawa, enviada especial a Veneza |

“Wuthering Heights”, ou “O Morro dos Ventos Uivantes” em português, o único romance de Emily Brontë, foi lançado em 1847. A diretora inglesa Andrea Arnold (“Fish Tank”), que apresentou nova versão da história na competição do Festival de Cannes 2011 , faz um filme de época e ao mesmo tempo contemporâneo.

Ela não trouxe a trama para o presente, mas filma de forma moderna. A câmera segue os personagens de perto, para nos detalhes dos corpos ou dos rostos e detém-se na natureza bruta do lugar onde os personagens moram.

Siga o iG Cultura no Twitter

Heathcliffe é, pela primeira vez, interpretado por negros no cinema – Solomon Glave mais jovem e James Howson mais velho. Isso reforça o preconceito contra o rapaz, adotado pelo pai de Catherine (Shannon Beer quando mais jovem e Kaya Scodelario, filha de brasileira, mais velha).

A garota e Heathcliffe estabelecem uma relação especial desde o início, mas o preconceito de raça e classe interpõe-se entre os dois.

Andrea Arnold faz um filme bonito, que transporta o espectador para aquele ambiente. E atualiza para os jovens de hoje uma história de amor clássica.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG