Mortes absurdas dão tom pop a "Outrage Beyond", de Takeshi Kitano

Diretor japonês adiciona furadeira e bolas de beisebol à violência mostrada no primeiro filme

Mariane Morisawa - enviada especial a Veneza |

“Outrage Beyond” (“insulto além”, na tradução literal), de Takeshi Kitano, exibido na noite deste domingo (2) na competição do Festival de Veneza 2012 , é a continuação de “Outrage”, de 2010 , exibido no Festival de Cannes. Como o título indica, o longa avança em relação ao filme de gângster yakuza, deixando mais claras as relações com a polícia e o governo.

Agora, uma guerra entre famílias é armada, com a ajuda de um policial ambicioso, irmãos traem irmãos, e Ishihara (Ryo Kase), que na produção anterior traiu seu chefe Otomo (Beat Takeshi, ou Takeshi Kitano, o diretor), quer tomar o poder. Só que Otomo sai da prisão, provocando insegurança entre os grupos.

Acesse o especial do Festival de Veneza

O que mais Kitano leva além, no entanto, são as cenas violentas: há uma envolvendo uma furadeira, e outra com bolas de beisebol. Tudo embalado num tom bem pop, divertido, mostrando que o cineasta não está nada interessado em ser sério.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG