Novo diretor do Festival de Veneza reduz número de filmes e cria mercado

Alberto Barbera quer montar um mercado cinematográfico para competir com Toronto

Mariane Morisawa enviada especial a Veneza |

Divulgação
Alberto Barbera, diretor do Festival de Veneza

Durante oito anos, o suíço Marco Müller foi o diretor do Festival de Cinema de Veneza . Em sua gestão, ele procurou fazer um mix de grandes nomes, descobertas e filmes de apelo midiático – de preferência com George Clooney, que, ano após ano, esteve no evento para divulgar seus trabalhos.

Houve edições memoráveis, como a de 2011, com filmes como “Shame”, de Steve McQueen, “O Espião que Sabia Demais”, de Tomas Alfredson, e “Fausto”, de Aleksander Sokurov - que ganhou a competição . Mas Müller também tinha suas particularidades, como uma predileção pela produção asiática nem sempre justificável.

Em 2012, ele foi substituído, segundo boatos por divergências com Paolo Baratta, diretor da Biennale di Venezia, órgão responsável pela realização do evento. O jornalista e diretor do Museu Nacional de Cinema de Turim Alberto Barbera reassumiu a direção do festival de cinema – ele esteve no cargo entre 1998 e 2002 – e já começou a mexer na casa.

Leia também: Competição do Festival de Veneza ignora filmes latino-americanos

Nesta 69º edição, diminuiu o número de filmes. Na competição, em vez de 23 como em 2011, agora são 18. A mostra Horizontes foi reduzida a praticamente a metade, de 60 para 33 produções, e a seção Controcampo Italiano foi extinta.

Entre as obras fora de competição, nada muito hollywoodiano ou mesmo com cara de Oscar. Seu principal papel, no entanto, é montar um mercado cinematográfico – o Festival de Toronto, que começa quando Veneza ainda não terminou (entre 6 e 16 de setembro em 2012), tem um grande mercado de venda de filmes e está crescendo a cada ano. Resta saber se o apertado Lido, a ilha onde acontece o Festival de Veneza, tem estrutura para isso.

    Leia tudo sobre: festival de venezacinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG