Festival de Veneza aposta em sexo e religião para superar rivais

Novo trabalho de Paul Thomas Anderson, "The Master", é um dos destaques do evento, que começa nesta quarta (29)

Reuters |

Reuters

Divulgação
Joaquin Phoenix em "The Master"

Veneza está apostando em sexo e na cientologia este ano para provocar o tipo de rebuliço que o mais antigo festival de cinema do mundo precisa para estar à frente de um número cada vez maior de rivais.

No ano em que celebra seu 80º aniversário, o festival anual, realizado na ilha do Lido, compete com Toronto para atrair os melhores filmes e os maiores astros para seu tapete vermelho e um esfuziante circuito de festas.

A mostra da cidade tem ainda um novo desafio, um festival realizado em novembro em Roma, que aumentou suas credenciais ao contratar o respeitado diretor artístico de Veneza, Marco Mueller.

Leia também:  Anderson, Malick e De Palma chegam como favoritos em Veneza

Mueller está sendo substituído por Alberto Barbera, que está bem ciente de que preços elevados e a difícil infraestrutura no Lido favorecem os rivais.

"Roma e Veneza estão indo para suas novas edições como boxeadores para um ringue", disse o crítico Jay Weissberg, do jornal de negócios Variety, de Hollywood. Ele escreve a partir de Roma e acompanha de perto os festivais italianos. "A guerra de palavras já chegou à imprensa nos últimos dois meses."

Barbera introduziu um pequeno mercado de filmes este ano para tornar Veneza mais atraente comercialmente para os estúdios, embora haja dúvidas sobre quantos negócios essa iniciativa irá gerar.

Mas sua principal tarefa é atrair uma seleção de filmes que garanta a vinda de artistas classe A, burburinho na mídia e a divulgação mundial de cinema de alta qualidade e baixo orçamento. No papel, o evento, marcado para o período de 29 de agosto a 8 de setembro, parece promissor.

Não há nenhum George Clooney, presença constante em Veneza, e o festival não terá pesos-pesados como Angelina Jolie e Johnny Depp. Mas um grupo de artistas vai compensar e ajudar a revigorar a imagem do festival.

Zac Efron e Shia LaBeouf, populares artistas norte-americanos na faixa dos 20 e poucos estão tentando se distanciar deblockbusters, enquanto a atriz e cantora da Disney Selena Gomez, que namora o canadense Justin Bieber, está na cidade para promover uma série de filmes de que participou este ano.

Robert Redford e Julie Christie representam a velha geração e, com Rachel McAdams, Ben Affleck e o imprevisível Joaquin Phoenix estão entre as grandes atrações para rodadas de entrevistas e fotos de promoção de seus filmes.

O filme mais falado no festival poderá ser "The Master", história de Paul Thomas Anderson sobre um culto religioso que, segundo críticos que o viram, se assemelha com a Cientologia.

Segundo o que foi publicado, Anderson disse que o papel de Lancaster Dodd, interpretado por Philip Seymour Hoffman, foi inspirado em L. Ron Hubbard, fundador da Igreja da Cientologia.

Mesmo assim, Anderson e a distribuidora Harvey Weinstein têm minimizado as comparações com a religião que tem entre seus seguidores os atores Tom Cruise e John Travolta, mas é considerada por oponentes como um culto que persegue as pessoas que pretendem abandoná-lo e coage os fiéis a pensarem do mesmo modo.

Divulgação
Rachel McAdams e Noomi Rapace em "Passion", novo filme de Brian De Palma

Veja abaixo uma seleção de filmes em destaque, tanto na competição principal quanto em exibição paralela, no evento que vai de 29 de agosto a 8 de setembro.

"At Any Price"
O ex-galã de "High School Musical" Zac Efron continua sua busca por papéis em filmes alternativos e de baixo orçamento e encena essa história de pai e filho contra o mundo competitivo da agricultura moderna.

"Bella Addormentata"
Marco Bellocchio aborda o tema do direito de viver ou morrer nesta dramatização dos últimos dias da vida de Eluana Englaro, que ficou em estado vegetativo após um acidente de carro.

"The Company You Keep"
O veterano ator e diretor Robert Redford estrela e dirige este suspense político sobre um ex-militante de esquerda nos Estados Unidos, que é exposto por um jovem repórter agressivo e ambicioso, interpretado por Shia LaBeouf. O elenco inclui Julie Christie, Sam Elliott, Brendan Gleeson, Terrence Howard, Stanley Tucci, Nick Nolte, Chris Cooper e Susan Sarandon.

"Fill the Void"
O diretor Rama Burshtein conta a história de Shira, de 18 anos, que é forçada a escolher entre o homem que quer se casar e o homem que sua família hassídica ortodoxa acredita que é seu dever se casar.

"The Master"
Paul Thomas Anderson retorna à telona depois de dirigir o sucesso de 2007 "Sangue Negro" com uma história que aborda a Cientologia, garantindo bastante interesse da imprensa dado o perfil controverso da religião em Hollywood e além.

"Passion"
Brian De Palma volta a Veneza com este suspense erótico, com Rachel McAdams e Noomi Rapace como colegas de trabalho cuja rivalidade se transforma em um perigoso jogo de manipulação, sedução e violência.

"The Reluctant Fundamentalist"
A diretora indiana Mira Nair adaptou a história de mesmo nome de Mohsin Hamid. O filme acompanha um jovem paquistanês que está se dando bem em Wall Street quando os ataques de 11 de Setembro atrapalham a sua vida.

"Spring Breakers"
A história de Harmony Korine sobre quatro jovens estudantes que se preparam para a "semana do saco cheio" deve agitar o evento, já que a cantora e ex-atriz da Disney Selena Gomez, que namora Justin Bieber, está no papel principal.

"Wadjda"
A cineasta saudita inovadora Haifaa al-Mansour diz que esta história de esperança e perseverança é o primeiro longa-metragem a ser filmado inteiramente na Arábia Saudita. O filme acompanha uma garota de 10 anos que mora em Riad e sonha em comprar uma linda bicicleta verde, mas sua busca a leva a enfrentar discriminação.

"To the Wonder"
Ao longo de sua carreira que já ultrapassa os 40 anos, Terrence Malick dirigiu apenas seis longa-metragens. Mas dois desses foram lançados em dois anos -- "To the Wonder" sai um ano após "A Árvore da Vida" ganhar a Palma de Ouro em Cannes. O filme, com censura 18 anos devido às cenas de sexo e nudez, traz Rachel McAdams, Ben Affleck e Javier Bardem em um drama romântico na qual um homem se reencontra com um velho amigo após seu casamento com uma europeia desmoronar.

    Leia tudo sobre: Festival de Venezacinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG