Candidato do PR considera `absurda¿ ideia de fornecer um computador por aluno, defendida por Iris e Marconi

Vanderlan Cardoso deixou o ar diplomático e partiu para o ataque contra os adversários Marconi Perillo (PSDB) e Iris Rezende (PMDB) durante sabatina realizada ontem na Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg).

O republicano classificou de 'absurda' a proposta do tucano e do peemedebista, que propõem o fornecimento de um computador por aluno da rede pública de ensino.

“Estão fazendo promessas absurdas, de um computador por aluno. O Estado não tem condição para isso. E são os mesmos grupos que quebraram a Celg”, disse a empresários do setor produtivo.

Quando questionado sobre suas propostas para o governo goiano, porém, Vanderlan desconversou. O candidato se limitou a dizer que "não há previsão para apresentar sua ideias, ima vez que o foco agora é na apresentação do candidato".

Nos últimos dias, o republicano vem sendo alvo de críticas dos adversários nos programas de TV, direcionadas ao governador Alcides Rodrigues (PP), aliado de Vanderlan.

“A decisão de fazer ataques é dos outros candidatos. Não sei se isso agrada o eleitorado”, respondeu.

No primeiro debate entre os governadoriáveis, Vanderlan havia destacado processo no Supremo Tribunal Federal contra Marconi por suposto recebimento de propina para beneficiar frigoríficos.

“As denúncias já estão sendo investigadas. Mas não cabe à nós. Cabe ao STF levar pra frente. Mas todos já sabem o que aconteceu. Já foi falado e apresentado o que houve em relação aos créditos outorgados”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.