O secretário Nacional de Justiça saiu no início desta tarde do encontro com o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, para participar da reunião sobre Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (ENASP), com a participação de secretários estaduais de Justiça, representantes do Ministério Público, da Advocacia Geral de União (AGU) e do Poder Judiciário. Ao ser perguntado se permanecerá no cargo após as denúncias de envolvimento com um dos chefes da máfia chinesa em São Paulo, Li Kwok Kwen, publicadas hoje no jornal O Estado de S.

O secretário Nacional de Justiça saiu no início desta tarde do encontro com o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, para participar da reunião sobre Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (ENASP), com a participação de secretários estaduais de Justiça, representantes do Ministério Público, da Advocacia Geral de União (AGU) e do Poder Judiciário.

Ao ser perguntado se permanecerá no cargo após as denúncias de envolvimento com um dos chefes da máfia chinesa em São Paulo, Li Kwok Kwen, publicadas hoje no jornal O Estado de S.Paulo, Tuma Júnior evitou responder. "Primeiro o serviço, depois a fofoca", desconversou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.