Juiz eleitoral acata representação de coligação de Silval e programa de TV do socialista perde 40 segundos

O juiz Samuel Franco Dália Júnior do TRE-MT acatou representação impetrada pela coligação "Mato Grosso para Todos" e decidiu aplicar um corte de 40 segundos na programação de TV do candidato Mauro Mendes (PSB), concorrente ao governo do Estado.

O principal argumento da coligação, pertencente ao candidato adversário e governador SIlval Barbosa, é a de que Mendes teria invadido o espaço reservado às candidaturas a deputado federal. 

 Mesmo já tendo sido aplicado o corte no programa eleitoral da segunda-feira, há espaço para recurso por parte do socialista.

Dálio Júnior decidiu revogar a própria liminar concedida anteriormente - que garantia o tempo a Mauro - após detectar novos elementos no vídeo do candidato do PSB.

"Após ver atentamente a propaganda da Coligação requerente, contida no CD, percebendo elementos de convicção antes não detectados nas entrelinhas das peças constantes nos autos, reconsidero o meu entendimento", argumentou.

O magistrado sustenta, ainda, que o concorrente do PSB foi beneficiado a partir do momento que o número 40, usado por Mendes na campanha, é citado no programa dos candidatos a deputado.

Como a representação para o programa de rádio foi feita em uma ação à parte, o caso ainda não foi julgado.

A 33 dias das eleições, a tendência é que o tom dos programas eleitorais fique mais tenso e agressivo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.