Governador e candidato à reeleição queria impedir que coligação rival apresentasse denúncias na TV

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) negou o recurso apresentado pelo candidato Silval Barbosa (PMDB) – governador em busca da reeleição – para impedir a veiculação de informações sobre o superfaturamento na compra de maquinário pelo governo do Estado.

Por quatro votos a dois, o pleno do tribunal negou o recurso de Silval, que queria vedar à coligação do adversário Wilson Santos “Mato Grosso em Primeiro Lugar”, de citar em seu programa a questão do superfaturamento.

Antes da derrota na Justiça eleitoral, Silval, por meio da coligação “Mato Grosso em Primeiro Lugar” tentou impedir a distribuição de 20 mil panfletos em que o tucano questionava os termos da licitação, denunciando desvio de recursos da operação, ocorrido durante o atual Governo.

No entanto, os juízes Jorge Tadeu Rodrigues e Samir Hammoud divergiram do voto do relator, Gonçalo de Barros, que entendeu não haver ofensas na propaganda, apenas relatos de fatos já divulgados pela imprensa.

Com informações do site do TRE-MT

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.