Reconstruir a infraestrutura chilena custará US$ 1,2 bilhão (ministro)

As obras de reparação da infraestrutura destruída pelo terremoto no Chile e posterior tsunami, no dia 27 de fevereiro, terão um custo de entre 1 bilhão e 1,2 bilhão de dólares, estimou neste domingo o ministro de Obras Públicas, Sergio Bitar.

AFP |

Leia todas as notícias sobre o terremoto no Chile

O cálculo leva em conta as reparações de estradas, aeroportos, represas e canais, a reposição do serviço de água potável rural e a reabilitação da parte litorânea do país, entre outros danos causados pelo tremor de 8,8 graus.

O ministro esclareceu, no obstante, que esta estimativa não inclui as reconstruções de edifícios públicos e portos comerciais destruídos.

Bitar precisou que foram identificados 1.200 pontos que exigem reparação imediata, 5% deles com daños médios ou maiores, principalmente pontes.

pa/dm/sd

    Leia tudo sobre: terremoto no chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG