Número de vitimas identificadas do terremoto no Chile chega a 452

Subiu para 452 o número de vítimas identificadas do terremoto que atingiu o Chile no sábado, segundo informou nesta sexta-feira o subsecretário do Ministérios do Interior, Patricio Rosende.

iG São Paulo |

AP
Chilenos vasculham casa destruída em Caleta Tumba

Chilenos vasculham casa destruída em Caleta Tumba

Rosende acrescentou 173 nomes à lista de 279 vítimas divulgadas na quinta-feira, quando o governo passou a divulgar apenas o número de mortos identificados.

A lista total de mortos, que chegou a 802, foi revisada pela presidente chilena, Michelle Bachelet. Ela informou que o número de vítimas em Maule, uma das áreas mais atingidas pelo terremoto, era de 316 e não de 587 .

Bachelet indicou que a diferença de 271 mortos ocorreu porque em vários povoados da região se somaram os desaparecidos à lista de vítimas fatais. "Os médicos legistas farão um estudo do que aconteceu, pois desaparecidos teriam sido incluídos como mortos", afirmou.

Em Santiago, o vice-secretário do Interior, Patricio Rosende, pediu que se compreenda o contexto em que o erro aconteceu. "É preciso entender as autoridades e não lhes atribuir um erro. É preciso compreender a informação passada inicialmente em um contexto de muito medo, com problemas de energia", disse.

Com Reuters e AFP

Leia também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: chileterremototerremoto no chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG