centro-sul do país em 27 de fevereiro." /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Especiais
enhanced by Google
 

Número de mortos identificados após terremoto no Chile passa de 500

SANTIAGO DO CHILE - O diretor-geral da Polícia de Investigação do Chile (PDI), Marcos Vásquez, aumentou nesta quarta-feira para mais de 500 o número de corpos identificados após o terremoto e o tsunami subsequente que atingiram o http://ultimosegundo.ig.com.br/terremoto-no-chile/centro-sul do país em 27 de fevereiro.

EFE |

 

"Há pouco mais de 500 pessoas identificadas, das quais mais da metade já está com sua respectiva certidão de óbito", informou Vásquez após uma reunião com o ministro do Interior chileno, Rodrigo Hinzpeter.

O número difere das 497 vítimas fatais reconhecidas no último relatório oficial, entregue em 8 de março pelo então subsecretário do Interior, Patrício Rosende, antes de Sebastián Piñera assumir a presidência chilena no dia 11.

Segundo Vásquez, a PDI está reunindo informações de outros organismos, como do Corpo de Bombeiros e do Serviço Médico Legal (SML), que devem aparecer na próxima relação oficial de mortos e desaparecidos, prevista para a próxima semana.

O terremoto de 8,8 graus na escala Richter e o posterior tsunami deixaram, além disso, dois milhões de desabrigados.

Leia também:

 

Leia mais sobre Chile

Leia tudo sobre: terremoto no chile

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG