Em visita a Santiago, Ban Ki-moon anuncia ajuda de US$ 10 milhões ao Chile

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciou nesta sexta-feira, durante visita a Santiago, uma ajuda de US$ 10 milhões ao Chile, atingido por um forte terremoto no sábado.

iG São Paulo |

AFP
Bachelet e Ban se encontram em Santiago

Bachelet e Ban se encontram em Santiago

O anúncio foi feito durante uma entrevista coletiva no Palácio de La Moneda, ao lado da presidente chilena, Michelle Bachelet. Segundo Ban, a ONU "vai ajudar o Chile, acompanhando a reconstrução técnica e financeiramente".

O secretário-geral disse estar comovido com a "coragem e resistência do povo chileno". Segundo ele, o objetivo da visita é expressar a solidariedade da ONU com o povo chileno.

"O Chile foi extraordinariamente generoso em ajudar o Haiti quando foi necessário. Agora é o momento de as Nações Unidas e a comunidade internacional apoiarem o Chile e seu povo", declarou Ban.

Além de Bachelet, ele ainda se encontrará com o líder eleito, Sebastián Piñera. No sábado, visitará as regiões devastadas no sul do país e, depois, voltará a Santiago para um encontro com os funcionários das 22 agências das Nações Unidas que atuam no Chile.

Para Bachelet, a presença do secretário-geral da ONU "mostra ao país [que a entidade] vai acompanhar os chilenos neste momento de emergência, colaborando com ajuda técnica e financeira para o processo de reconstrução".

A presidente também elogiou a disposição de Ban Ki-moon de ir às regiões onde a destruição é maior, o que "permitirá [a ele] conhecer diretamente o que muitas pessoas sofreram".

Com EFE, Ansa e AFP

Leia também:

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: chileterremototerremoto no chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG