Evento começou no sábado e termina nesta segunda, em Paulínia

Fergie canta com o Black Eyed Peas na França
Getty Images
Fergie canta com o Black Eyed Peas na França
A segunda edição do festival SWU começou no sábado (dia 12) e segue até hoje (dia 14) em Paulínia, cidade de 82 mil habitantes situada 118 km ao noroeste da capital paulista.

Com mais de 70 atrações confirmadas, o evento já teve, no sábado, shows de Kanye West, Black Eyed Peas, Snoop Dogg, entre outros .

No domingo, tocaram Duran Duran, Lynyrd Skynyrd, Hole, Peter Gabriel .

Nesta segunda, o evento receberá Faith No More, Sonic Youth, Alice in Chains e muitos outros.

No sábado, o SWU reuniu 64 mil pessoas. No domingo, 54 mil.

Neste 2011, o SWU foi montado em uma área quatro vezes maior do que o espaço ocupado pela edição 2010. São 1,2 milhão de metros quadrados, no qual estão espalhados dois palcos principais (chamados Energia e Consciência), um palco secundário (New Stage), uma tenda de música eletrônica e um palco para debates.

Acesse o especial SWU

O parque do SWU fica localizado entre a av. Juscelino Kubitscheck e as rodovias José Lozano Araújo e PIN 360, a cerca de 200 metros da rodoviária de Paulínia.

Os dois maiores palcos ficam um em frente ao outro e recebem as atrações principais. As performances são alternadas: quando um show em um palco termina, começa a apresentação seguinte no outro palco.

Fórum de sustentabilidade

O SWU também promove o 2º Fórum Global da Sustentabilidade, que reúne 26 palestrantes nos três dias de debates sobre aspectos ambientais, sociais e econômicas da sustentabilidade.

A lista de palestrantes inclui nomes como o músico Bob Geldof (criador do Live Aid), a Nobel da Paz Rigoberta Menchú, a ex-candidata à Presidência Marina Silva, a atriz Daryl Hannah (dos filmes "Splash" e "Kill Bill") e o cantor e compositor Neil Young.

O fórum ocorre no Theatro Municipal de Paulínia, que fica ao lado do local onde acontece o festival. Há dois debates por dia, o primeiro das 11h às 13h e o segundo das 14h às 17h.

Só quem tem ingressos para o SWU pode participar. Como as vagas são limitadas, o público interessado deve fazer inscrição prévia pelo site do evento para garantir a presença.

Leia também: Como serão os shows dos principais artistas do SWU

Ingressos

As entradas de pista custam R$ 265 para cada dia e R$ 675,75 o passaporte para todos os dias. É permitida a compra de até seis ingressos de valor inteiro por pessoa.

As vendas acontecem pelo site Ingresso Rápido , pelo telefone 4003-1212 e em pontos-de-venda . A taxa de conveniência, de 10%, não será cobrada nos pontos-de-venda físicos.

Foram abertas no dia 5 de outubro as vendas para o Lounge VIP, ao preço de R$ 900 por dia. O local, que ficará na lateral dos palcos principais, terá open bar, comida liberada e área de descanso, entre outras regalias, num espaço para apenas 4 mil pessoas. A cédula para o Lounge, no entanto, não garante acesso ao festival: o ingresso deverá ser comprado separado. Ao contrário da primeira edição do evento, em 2010, não haverá área premium em frente aos palcos.

Como chegar

Há ônibus ligando Paulínia a outras cidades do Estado. De São Paulo, eles saem dos terminais rodoviários da Barra Funda e Tietê e custam R$ 23,25 cada trecho. Ainda há opções de ônibus dos aeroportos de Cumbica (R$ 45), Congonhas (R$ 40) e Viracopos (R$ 9,70) até a rodoviária de Campinas, cidade vizinha de Paulínia. O ônibus de Campinas até o festival custa R$ 2,90.

As cidade próximas a Paulínia também têm  linhas de ônibus especiais até o festival. Os ônibus partindo de Cosmópolis custam R$ 3,45; de Indaiatuba R$ 3,80; de Sumaré R$ 3,10; e de Americana R$ 13,30.

Leia tambem: Vai ao SWU? Saiba o que levar na mala

As passagens são vendidas nos guichêss das empresas nos terminais rodoviários e nos aeroportos. As passagens podem ser reservadas no site da VB transportes , que opera as linhas partindos dos aeroportos e terminais rodoviários. Nas linhas circulares a passagem deve ser paga ao cobrador.

Os horários dos ônibus podem ser consultados no site do SWU .

Estacionamento

O estacionamento tem 16,5 mil vagas, das quais 1,5 mil são destinadas a quem acampar no evento. O preço é de R$ 100 por dia. Quem for com três ou mais pessoas no carro tem desconto de 50% e paga R$ 50. O estacionamento está aberto a partir das 8h para os participantes do 2º Fórum Global de Sustentabilidade, e das 11h para o público em geral.

Onde ficar

Os hotéis de Paulínia estão com sua capacidade esgotada . A opção é pernoitar nas cidades próximas, principalmente Campinas, ou em pousadas na região.

O que pode e o que não pode levar

É permitida a entrada de alimentos industrializados e devidamente lacrados. Copos de água mineral de no máximo 200 ml fechados também são permitidos.

O festival tem quatro praças de alimentação. Dessas, uma de comida vegetariana e uma somente para usuários do camping. De acordo com a organização do evento, as lojas aceitam cartões de crédito e débito. Também há dois caixas eletrônicos da rede 24 horas no local.

Para o caso de chuva, será liberada a entrada de capas de chuva, mas não de guarda-chuvas. Protetores solares e labiais também são permitidos.

Qualquer tipo de material que ofereça algum perigo ou possa causar ferimento está proibido, como armas de fogo ou brancas, objetos cortantes ou pontiagudos - incluindo prendedor de cabelo tipo bico de papagaio. Objetos de metal, vidro ou plástico também estão proibidos, assim como jornais, revistas e papeis em rolo.

Câmeras fotográficas não profissionais serão permitidas. Gravadores, filmadores, notebooks e câmeras com lente trocável estão proibidas - a não ser para pessoal credenciado.

Acesse o especial SWU

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.