No SWU, Neil Young dá palestra, faz alongamento e canta 'Parabéns a Você' para a Terra

Músico canadense inaugurou o Fórum de Sustentabilidade do festival

Thiago Ney, enviado a Paulínia |

Com uma garrafa de água mineral na mão esquerda, Neil Young faz um exercício de alongamento para as pernas. Autor de canções como "Down by the River" e "After the Gold Rush", o canadense de 66 anos está cercado por assessores e produtores do festival SWU , em um corredor do Teatro de Paulínia.

Young espera o momento de subir ao palco para falar sobre sustentabilidade e energia renovável. Sua palestra será a primeira do Fórum do SWU, neste sábado. Enquanto o músico alonga o corpo, a orquestra Projeto Guri apresenta versões instrumentais de canções de Beatles ("Ticket to Ride") e U2 ("Sunday Bloody Sunday"), entre outros.

Jorge Rosenberg/iG
Neil Young em palestra no SWU
Veja letras e ouça músicas de Neil Young

Em uma parede, Young estica o corpo. Enquanto isso, um de seus assessores dança e outro aparenta impaciência. "Mas não era a última música?", perguntou um deles a uma produtora do festival. Após uma conversa no rádio, a moça responde em inglês: "Essa agora é a última música, com 100% de certeza".

Essa última música é "Rock and Roll All Night", clássico do Kiss. "Eles conhecem um monte de canções, não?", diz Neil Young. "Têm muita energia."

A banda segue tocando. Young pede para ir ao banheiro. Quando volta, percebe que o grupo está apresentando uma de suas mais conhecidas faixas, "Hey Hey My My". Ele vira para um assessor: "Obrigado por me fazer sair nesse momento", brinca. A música chega ao fim. Logo em seguida, a porta que dá acesso ao palco é aberta. São 11h30. É a vez de Young.

O canadense sobe ao palco ovacionado. Recebe flores, e a banda toca "Parabéns a Você". O grupo se despede, a cortina fecha. Neil Young dribla o protocolo: "Gostaria de cantar uma canção com a banda. Tragam a banda de volta". A banda volta.

A pedido de Young, o grupo novamente toca "Parabéns a Você". Para a Terra. "Happy birthday dear Planet, happy birthday to you", canta Young. Assim que ele termina, alguém grita da plateia: "Keep on rocking, mr. Young!". "Yeah", responde o músico.

"Não me ouçam"

 "Quero falar sobre algo importante para a gente: precisamos salvar o planeta para os nossos filhos e para os filhos dos nossos filhos", inicia Neil Young ao microfone, para uma plateia atenta (o Teatro não está lotado).

"Somos os responsáveis por tomar conta do planeta. Quando eu nasci, no Canadá, lembro de meus pais saírem para caçar patos. Meu avô me mostrava fotos do céu, e eu não conseguia ver o céu, porque o céu estava coberto por pássaros", conta. "Quando entrei no colegial, já não havia tantos pássaros. Hoje, não há mais pássaro nenhum. Onde os pássaros foram parar? O que mudou? Muita coisa mudou."

Com o microfone na mão, Young anda pelo palco. "Contei cinco pássaros em minha viagem de São Paulo até aqui. Não sei onde estão os pássaros. Mas sou curioso, e isso é bom porque faz você questionar o mundo."

"Já estou muito velho, a responsabilidade está com vocês. Quando tinha a idade de vocês, eu não sabia que tinha esse tipo de responsabilidade."

E inicia uma explanação sobre fontes renováveis de energia: "Países como os EUA e o Canadá estão fracos, porque concentram suas forças em energia fóssil. O Brasil  é invejado pelo mundo, vocês têm habilidade para usar etanol".

"Mas vocês têm de ter cuidado com a ganância. Cuidado para não perder árvores para a produção de energia."

O canadense fala, e não deixa de lado o humor: "Tenho vários hábitos maus. Não me ouçam. Não ouçam seus pais. Ouçam seu coração".

Neil Young pede para que se dê valor às coisas "naturais" e "locais": "É de onde deve vir sua comida". São 12h. Ele pergunta: "Ainda tenho tempo? Não? Porque eu poderia falar sem parar. É meu assunto preferido".

Young para. Senta-se em uma das cadeiras. Outras três pessoas juntam-se a ele. O Fórum continua, mas Young deixa os outros falarem.

    Leia tudo sobre: SWUNeil Young

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG