Festival rejeita xamã anti-chuva

Organizadores do SWU confiaram na previsão do tempo e não contrataram meteorologista-esotérico

Thiago Ney, iG São Paulo |

Jorge Rosenberg, especial para o iG
Sem sinal de chuva, a poeira tomou conta da Fazenda Maeda, onde acontece o festival SWU
O festival SWU dispensou os serviços do xamã anti-chuva "Cacique Cobra Coral". O Cacique Cobra Coral é uma fundação "científica e esotérica" que é contratada para evitar que chuvas atrapalhem eventos ao ar livre.

A fundação é contratada, por exemplo, pela Prefeitura do Rio para que as águas não atrapalhem o Carnaval e o Ano Novo na cidade carioca. Grandes festivais como o Rock in Rio já usaram os serviços dos meteorologistas-esotéricos. Mas o SWU rejeitou os poderes da fundação.

"Várias pessoas vieram me falar do Cacique, dizendo que nós tínhamos que contratá-lo para que o SWU acontecesse sem chuvas. Mas aí eu vi a previsão do tempo que afirmava que não iria chover em Itu nesses três dias. Então preferi confiar na previsão", disse ao iG um dos organizadores do SWU, Milkon Chriesler.

No sábado, primeiro dia do SWU, fez frio, mas não choveu. Pelo visto, valeu a pena ter confiado na previsão do tempo.

    Leia tudo sobre: SWUCacique Cobra Coral

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG