Faith No More encerra SWU 2011 com hits e palavrões

Banda de Mike Patton prova novamente sua força no Brasil; show teve coral, poeta e banho de refrigerante

Tiago Agostini, enviado a Paulínia |

Mike Patton possui uma legião fiel de fãs no país. Não importa qual de seus vários projetos toque por aqui, a comoção será sempre garantida - vide o show do Mondo Cane no Rock in Rio . Culpa, é claro, do mais famoso deles, o Faith No More, que encerrou a segunda edição do festival SWU nesta segunda-feira (14).

Acesse o especial SWU

Em sua quinta passagem pelo Brasil com o Faith No More, o vocalista provou que o carinho não é em vão. Em ótimo português soltou diversos palavrões e cantou "Evidence", agradeceu o público e ainda saiu em uma caminhada pelo corredor que avançava pelo meio da plateia. Entre beijos, apertos de mãos e um banho de refrigerante, voltou intacto para o palco.

A apresentação foi precedida por um poeta pernambucano, que recitou alguns poemas - e depois voltaria ao palco em "King For a Day". Patton ainda chamou um coral de meninas de Heliópolis para cantar com a banda "Just a Man". Provavelmente fruto da parceria do Mondo Canne com a orquestra de Heliópolis no Rock in Rio.

Todo branco, o palco estava adornado com diversos arranjos de flores. Patton entrou de chapéu e fingindo mancar, auxiliado por uma bengala, que seria sua parceira durante todo o show. Um clima solene para encerrar o festival em grande estilo.

Dos grandes sucessos da banda, destaque para "Epic", uma das grandes responsáveis pelo sucesso do Faith No More no Brasil no início dos anos 90, e "Easy", a cover do Commodores que uniu os fãs em um único coro. Faltou "We Care a Lot", prevista no bis anteriormente divulgado, mas nada que atrapalhasse o provável melhor show do festival. Encerramento de luxo.

    Leia tudo sobre: swufaith no moremike patton

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG