Calor castiga público no primeiro dia do SWU

Dezenove pessoas já foram atentidas nos postos aos lado dos palcos principais

Augusto Gomes, iG São Paulo |

iG São Paulo
Os amigos Alexandre Saran, Ingra Totti e Talita Longo escondidos do sol no SWU
Até as 16h deste sábado, 19 pessoas já haviam sido atendidas nos dois postos médicos ao lado dos palcos principais do SWU . Todas elas passaram mal por causa do calor. Uma delas inclusive teve queimaduras de primeiro grau, graças ao sol forte que castiga Paulínia.

Acesse o especial SWU

Entre o público, a maior reclamação é a pequena quantidade de áreas de sombra. Nas proximidades do palco principal, só é possível escapar do sol se refugiando nas arquibancadas ou então tendo um ingresso para a cobiçada área vip.

Uma solução alternativa é se espremer embaixo do tablado da área destinada a portadores de necessidades especiais. A reportagem do iG flagrou quase 20 pessoas deitadas ou sentadas sob o tablado.

Os amigos Alexandre Saran, Ingra Totti e Talita Longo, todos de Ribeirão Preto, eram alguns deles. "O calor está muito forte. Aqui embaixo também está quente, mas menos do que no sol", explica Alexandre. "Vamos ficar aqui pelo menos até o show do Marcelo D2."

No momento, a temperatura no SWU é de aproximadamente 30 graus.

    Leia tudo sobre: swu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG