Briga, cancelamento e seios de Courtney Love marcam segundo dia do SWU

Rixa entre Ultraje a Rigor e Peter Gabriel e apresentação desbocada do Hole foram pontos altos do domingo

iG São Paulo |

Briga entre Ultraje a Rigor e Peter Gabriel, troca de socos no palco, Courtney Love com os peitos de fora, cancelamento de última hora e público acanhado. Assim foi o SWU em seu segundo dia.

Acesse o especial SWU

O festival reuniu no domingo 45 mil pessoas, segundo os organizadores - bem menos gente do que no sábado (64 mil). Dava para circular tranquilamente pelo evento, não havia filas e ate mesmo durante os principais shows do dia havia muito espaço livre perto dos palcos.

Deste domingo do SWU, será difícil esquecer a confusão envolvendo Ultraje a Rigor e Peter Gabriel . O primeiro teve o show adiado das 16h30 para as 18h15, depois que a chuva avariou alguns equipamentos. Com isso, houve atraso na entrada dos artistas do palco principal. Segundo o próprio vocalista Roger Moreira contou no Twitter , Peter Gabriel não queria que sua apresentação atrasasse. Houve atrito entre a equipe do brasileiro e a do britânico - inclusive com roadies trocando socos no palco.

Se de um lado Ultraje a Rigor e Peter Gabriel saíram no tapa, de outro deram as mãos: ambos fizeram shows no mínimo esquecíveis. O Ultraje porque fez apenas o básico (tocou os longínquos hits); Peter Gabriel porque, acompanhado de uma orquestra, estava no local (um enorme palco ao ar livre) e no horário errado (quando o público esperava algo mais animado).

Siga o iG Cultura no Twitter

Antes de Gabriel, o palco principal do SWU viu o Duran Duran despejar uma grande quantidade de hits de forma enérgica e empolgante. A banda soube agradar aos fãs com um set que incluiu "Notorius", "Rio", "Come Undone" e "Hungry Like the Wolf".

Apesar de clichê, a apresentação do Lynyrd Skynyrd empolgou aqueles que resistiram ficar até o fim do evento. A banda veterana não decepcionou e encerrou seu show, o primeiro no Brasil de sua carreira, com as clássicas "Sweet Home Alabama" e "Free Bird".

Em meio a tantas atrações comportadas, Courtney Love destoou no segundo dia do festival. Mostrou os peitos, xingou Dave Grohl (Foo Fighters), tirou sarro de Billy Corgan (Smashing Pumpkins), fez cover de U2 e Rolling Stones, irritou-se com um fã que segurava uma foto de Kurt Cobain, errou a letra de uma música e desafinou em outra.

O grunge Chris Cornell sofreu com problemas no som, mas mesmo que tivesse sido tecnicamente perfeita, a apresentação, acústica, dificilmente empolgaria o público. Empolgação foi o que não faltou ao !!! (Chik Chik Chik), cujo vocalista chegou a cantar no meio da plateia.

O grupo indie Modest Mouse nem subiu ao palco. Seus equipamentos não chegaram a tempo, e a banda norte-americana não se apresentou.

E o veterano Zé Ramalho usou seu tempo para interpretar conhecidas canções, como "Pra Não Dizer que Não Falei das Flores", de Geraldo Vandré, e "O Que É, O Que É", de Gonzaguinha, além de faixas de seu repertório, como "Avôhai", "Táxi Lunar" e "Admirável Gado Novo".

Desafio SWU: ouça a música e acerte o nome do artista

Com uma estrutura maior do que a montada na edição do ano passado, o SWU ganhou elogios do público que está acampado no evento. Não havia filas e a ducha com água quente foi aprovada. Em compensação, houve reclamações para a falta de árvores no local.

E se você esteve no SWU e perdeu seu passaporte, atenção: ele pode estar no setor de Achados e Perdidos do festival.

    Leia tudo sobre: swupeter gabrielultraje a rigorcourtney love

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG