Sobe a 50 número de mortos em explosões em mesquita na Somália

Mogadíscio, 2 mai (EFE).- O número de mortos nas duas explosões deste sábado numa mesquita de Mogadíscio, a capital e maior cidade da Somália, subiu hoje para 50, em sua maioria membros do grupo radical islâmico Al-Shabab.

EFE |

Mogadíscio, 2 mai (EFE).- O número de mortos nas duas explosões deste sábado numa mesquita de Mogadíscio, a capital e maior cidade da Somália, subiu hoje para 50, em sua maioria membros do grupo radical islâmico Al-Shabab. O diretor do sistema de atendimento médico voluntário de Mogadíscio, Ali Moussa Mohammed, disse à Agência Efe que já foram encontrados 52 corpos e que o número de feridos nas explosões ascende a 150. Fouad Mohammed Khalaf, um dos líderes do Al-Shabab e principal alvo do ataque, afirmou hoje a uma rádio do próprio grupo rebelde que "a agressão cruel foi organizada por agências de inteligência estrangeiras". O ataque, o primeiro dos últimos tempos contra uma mesquita somali, aconteceu ontem por volta das 13h (7h, Brasília). Tanto o Governo somali como as forças da União Africana na Somália (Amisom) condenaram o ataque contra o Al-Shabab, apesar de o grupo radical, aliado da Al Qaeda, tentar derrubar a direção do país, que tem o apoio da comunidade internacional. EFE ia/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG