Silval busca associação com Dilma para evitar 2º turno

Candidato à reeleição, governador vê com preocupação crescimento de adversários nas pesquisas

Kelly Martins, iG Cuiabá |

A associação automática com Lula e Dilma é a estratégia do governador Silval Barbosa (PMDB) para vencer ainda no primeiro turno.

A preocupação do peemedebista é com a pequena distancia entre ele e o ex-prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB).

Pesquisa de intenção de voto divulgada pelo Instituto Gazeta Dados aponta liderança de Silval, mas com ligeira vantagem (31%) para o rival tucano (23%). Em terceiro, vem Mauro Mendes (PSB), com 15%.

Mas quando o foco se limita à Capital, a pesquisa revela números surpreendentes.

Terceiro colocado no Estado, em Cuiabá o socialista Mauro Mendes supera Silval, com 31% das intenções de voto contra 25% do governador.

Para continuar crescendo nas pesquisas, Mendes conta com o apoio de Dilma, em razão da aliança nacional firmada por lideranças nacionais do PT e do PSB, de Ciro Gomes.

Silval, por sua vez, acredita que a associação com o presidente Lula e a presidenciável Dilma Roussef será suficiente para garantir a vitória de Silval no pleito.

Pelos cálculos do TRE- MT, Cuiabá possui hoje 386.991 eleitores, que correspondem a 18,4% do eleitorado do Estado.

Outro detalhe importante da pesquisa do Instituto é o elevado contingente de indecisos. 

Eles correspondem hoje a 22% dos eleitores, o que pode ser o fiel da balança para a definição, no pleito de outubro, de quem será o próximo governador. 

Entretanto, os candidatos não têm priorizado esse segmento, composto, em sua maioria, por jovens.


    Leia tudo sobre: Eleições MTEleições Pesquisa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG