Silval busca apoio de Dilma para turbinar reeleição

Atual governador possui 65% das intenções de voto pela pesquisa do Instituto Gazeta Dados

Kelly Martins, iG Cuiabá |

O governador Silval Barbosa (PMDB) pretende aproveitar a visita hoje da candidata do PT Dilma Rousseff ao Estado para cimentar seu caminho de volta ao Palácio Paiaguás.

A intenção do peemedebista é "amarrar os laços políticos" com a presidenciável petista.

O peemedebista foi avaliado de forma positiva por mais de 3 milhões de habitantes (estimativa de 2009) e obteve o índice de 65% na pesquisa do Instituto Gazeta Dados. A avaliação foi feita em 41 municípios entre os dias 14 e 16 de agosto.

O número será apresentado por Silval à petista na garantia de consolidar o projeto de reeleição, já que a ex-ministra igualmente lidera todas as pesquisas de intenção de voto no Estado.

Silval Barbosa tem, ainda, como aliado Michel Temer (PDMB), vice de Dilma, que garantiu dar tratamento diferenciado ao Estado, caso vença o pleito presidencial em 3 de outubro próximo.

A força de Silval decorre do amplo arco de alianças de sua candidatura, composta pelo PR, PP, PT e PMDB.

O governador atribui a preferência do eleitorado às ações positivas do ex-governador Blairo Maggi (PR), as quais Silval quer colocar em prática caso seja reeleito. "Agora é a continuidade com maior avanço. Em gestão que ganha não podemos mexer", filosofou.

A expectativa de Silval é de que, uma vez confirmada a vitória nas urnas, obter recursos para investimentos nas áreas de infraestrutura e habitação.

Entre prioridades de uma eventual nova gestão, ele destaca a construção de 60 mil casas em conjuntos habitacionais e mais de dois mil quilômetros de asfalto interligando 44 municípios mato-grossenses.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG