Tucanos argumentam que lei eleitoral veda uso de cenas externas na televisão

A coligação do presidenciável tucano, José Serra, entrou com um pedido de liminar para suspender duas inserções veiculadas pela coligação da candidata Dilma Rousseff, produzidas com gravações externas. A coligação argumenta que a Lei das Eleições veda a utilização de gravações externas nas propagandas eleitorais exibidas no horário gratuito.

Por causa deste arigo, o PSDB teria optado pela polêmica favela cenográfica usada no primeiro programa de TV do candidato José Serra. Segundo fontes da campanha do tucano, foi uma imposição da legislação eleitoral.

Além da suspensão da veiculação das inserções, a coligação pede a aplicação de pena de desconto de 610 segundos da coligação adversária, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.