Serra evita comentar indicação de vice na chapa tucana

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, evitou falar sobre política durante entrevista concedida hoje na abertura da ExpoZebu, promovida em Uberaba (MG). O tucano alegou não estar envolvido diretamente na escolha do nome que irá compor sua chapa presidencial como vice e se negou a comentar sobre o patrocínio estatal dos recentes eventos de 1º de Maio em São Paulo, que contaram com a participação da pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.

iG São Paulo |

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, evitou falar sobre política durante entrevista concedida hoje na abertura da ExpoZebu, promovida em Uberaba (MG). O tucano alegou não estar envolvido diretamente na escolha do nome que irá compor sua chapa presidencial como vice e se negou a comentar sobre o patrocínio estatal dos recentes eventos de 1º de Maio em São Paulo, que contaram com a participação da pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.

Sobre a escolha do vice, o ex-governador de São Paulo economizou palavras: "Não vou comentar. Até porque qualquer coisinha gera fofoca e especulação." Questionado a respeito da ausência do ex-governador mineiro Aécio Neves (PSDB) no evento, Serra disse apenas que o pré-candidato do PSDB ao Senado por Minas Gerais "viajou".

Em meio a ruralistas, Serra reafirmou que a agricultura "tem sido a galinha dos ovos de ouro do desenvolvimento do País" e que é responsável pelo superávit comercial. O tucano voltou a cobrar segurança jurídica no campo e a implantação efetiva do seguro rural, em referência às recentes invasões de terra promovidas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) por conta do chamado Abril Vermelho.

Sobre a pecuária, o pré-candidato tucano citou o projeto de recuperação de pastagens degradadas e as pesquisas de redução de gases causadores do efeito estufa gerados pelo gado. Ambas iniciativas são desenvolvidas pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), entidade que promove o evento.

Serra deveria estar em Uberaba ontem, para reunião com lideranças ruralistas. O encontro foi desmarcado e deve ser promovido no próximo dia 17. A mudança de data teria sido sugerida pela senadora Kátia Abreu (DEM-TO), que é presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e cotada para assumir o posto de vice na chapa presidencial tucana. A mudança irritou membros do PSDB em Minas Gerais, que teriam sido alijados da decisão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG