Senadores apresentarão projeto de lei sobre mudança climática nos EUA

Washington, 7 mai (EFE).- O senador democrata John Kerry e o senador independente Joe Lieberman disseram hoje que apresentarão na próxima quarta-feira um projeto de lei sobre energia e mudança climática, apesar de terem perdido o único apoio republicano nessa iniciativa.

EFE |

Washington, 7 mai (EFE).- O senador democrata John Kerry e o senador independente Joe Lieberman disseram hoje que apresentarão na próxima quarta-feira um projeto de lei sobre energia e mudança climática, apesar de terem perdido o único apoio republicano nessa iniciativa. O projeto prevê que a legislação americana inclua medidas para reduzir em um prazo de dez anos as emissões de gases poluentes em 17% em relação aos níveis de 2005. O texto também incluirá a expansão da prospecção petrolífera em águas profundas, algo apoiado pelo senador Lindsey Graham e outros republicanos, mas que mantém os democratas divididos. Kerry e Lieberman apresentarão o projeto de lei com duas semanas de atraso depois que Graham abandonou as negociações perante desacordos sobre outro assunto diferente, a reforma migratória, que ele impulsionava. Graham propôs hoje paralisar as negociações sobre a reforma energética até que os dois partidos superem as divergências em relação à reforma migratória e à futura prospecção de petróleo em águas profundas. O legislador republicano pôs em dúvida hoje que a reforma energética seja aprovada neste ano, ao considerar que no Congresso não há um clima propício para obtê-la. No entanto, Kerry e Lieberman emitiram um comunicado no qual expressaram otimismo de que conseguirão os 60 votos necessários para conseguir a aprovação da iniciativa no Senado sem obstrução dos opositores. Ambos os senadores consideraram que o recente acidente da plataforma da British Petroleum (BP) no Golfo do México deu um sentido de urgência a esta lei, cujo objetivo é fomentar a independência energética dos EUA. Segundo Kerry e Lieberman, "não podemos continuar esperando para resolver um problema que ameaça nossa economia, nossa segurança e nosso meio ambiente". Na próxima terça-feira, o Congresso realizará uma audiência para determinar as causas do acidente da plataforma petrolífera no Golfo do México. O secretário do Interior dos EUA, Ken Salazar, deve apresentar um relatório a respeito para o final deste mês. EFE mp/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG