Veja os principais pontos do acordo fechado na Cúpula sobre Segurança Nuclear

Reunião de representantes de 47 países em Washington pretende reduzir a ameaça do terrorismo nuclear

iG São Paulo |

Os líderes dos países que participaram da cúpula nuclear em Washington nesta terça-feira fecharam um acordo que prevê manter em segurança os materiais nucleares vulneráveis em um prazo de quatro anos.

O objetivo é evitar que esses materiais cheguem nas mãos de terroristas que possam promover uma "catástrofe" global.

Os dirigentes das 47 nações que participaram das reuniões de dois dias em Washington concordaram em:

- Fortalecer a segurança nuclear e reduzir a ameaça do terrorismo nuclear;

- Realizar ações nacionais e impulsionar a cooperação internacional para evitar o terrorismo nuclear;

- Apoiar as iniciativas do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de dar mais segurança aos materiais nucleares vulneráveis nos próximos quatro anos;

- Evitar que "atores não-estatais" mal intencionados obtenham tecnologias para usar materiais nucleares;

- Promover medidas para garantir a segurança do urânio altamente enriquecido e do plutônio, materiais básicos usados na construção de armas nucleares;

- Reafirmar o papel central da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) no cenário global de segurança nuclear;

- Cooperar para evitar e responder ao tráfico nuclear ilegal;

- Apoiar práticas de segurança nuclear fortes que não infrinjam os direitos dos estados de desenvolver e utilizar a energia nuclear.

Com AFP

    Leia tudo sobre: segurança nuclear

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG