Sarney rejeita questionamento sobre diretor da ANA

O presidente do Senado, José Sarney, rejeitou, na sessão deliberativa desta terça-feira, a questão de ordem apresentada pelos líderes do DEM e PSDB, respectivamente os senadores José Agripino (DEM-RN) e Arthur Virgílio (PSDB-AM), que questionava a aprovação da indicação de Paulo Rodrigues Vieira para a direção da Agência Nacional de ¿?guas (ANA). O nome de Vieira foi aprovado no dia 14 de abril.

iG São Paulo |

O presidente do Senado, José Sarney, rejeitou, na sessão deliberativa desta terça-feira, a questão de ordem apresentada pelos líderes do DEM e PSDB, respectivamente os senadores José Agripino (DEM-RN) e Arthur Virgílio (PSDB-AM), que questionava a aprovação da indicação de Paulo Rodrigues Vieira para a direção da Agência Nacional de ¿?guas (ANA). O nome de Vieira foi aprovado no dia 14 de abril. Antes, em dezembro, a indicação havia sido rejeitada. Com a decisão de Sarney, fica mantida a aprovação de Vieira.

O presidente do Senado alegou que não poderia anular uma decisão tomada pelo plenário. Os líderes da oposição afirmam, no entanto, que não foram consultados a respeito de nova inclusão da mensagem de indicação de Paulo Vieira na pauta. "Decido submeter à Casa a decisão que está sendo recorrida. Não aceito a questão de ordem por não ter competência para agir em nome do plenário", afirmou Sarney.

Sarney disse ter fundamentado sua decisão em despacho do presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), Demóstenes Torres (DEM-GO), que, chamado a se pronunciar sobre o assunto por solicitação da própria Mesa, devolveu a questão à Presidência da Casa.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG