Titãs e Xutos juntam repertório pesado e levam fãs à loucura

Bandas tocaram bônus não previsto no setlist pois, após encerrar o show, público não se retirou do palco Sunset para ver Evanescence e pediu mais

Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

Os Titãs, ao lado dos portugueses do Xutos e Pontapés, juntaram tudo que havia de mais pesado no repertório e dispararam contra os tímpanos do público que compareceu ao palco Sunset, antes do início da apresentação do Evanescence . Como nem após os pouco mais de 40 minutos previstos de show o público começou a se dirigir ao palco principal, teve bônus. “Aa Uu” encerrou a fatura com euforia. “Nos vemos em maio, em Lisboa”, disse Paulo Miklos ao sair do palco, se referindo ao show que será repetido em Portugal.

Acesse o especial Rock in Rio

Com “Diversão”, os Titãs começaram a brincar com a plateia, abrindo alas para as várias versões em estilo punk rock que viriam pela frente. Nem é preciso dizer o que aconteceu quando iniciaram “Polícia”, um dos sucessos do disco “Cabeça Dinossauro”. Deste álbum, ainda foram tocadas “Bichos Escrotos” e “Cabeça Dinossauro”, a música que dá nome ao disco.

Além delas, “Lugar Nenhum” e especialmente “Flores” sacudiram o palco Sunset. Ainda houve espaço, a exemplo do Detonautas , para Raúl Seixas, com a música “Aluga-se”, gravada pelos Titãs. Sérgio Britto também encontrou espaço para discurso político, como já havia feito o Capital Inicial . Antes de “Vossa Excelência”, disse: “Essa música é para você, eu, nós que ainda votamos nesses caras, mesmo sabendo o que eles vão fazer. Isso é uma democracia, mas votando em quem a gente sabe que rouba, não melhoraremos nada”.

No final, a sequência “Lugar Nenhum”, “Flores” e “Aa Uu” tirou a plateia do chão e a banda ainda demorou a se retirar agradecendo aos fãs. Como disse Paulo Miklos, “nota 10”.

Acesse o especial Rock in Rio

    Leia tudo sobre: rock in riotitãsxutos e pontapés

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG