'Sou bicho de palco', diz Mariana Aydar, atração do Rock in Rio

Cantora se apresentará no festival na sexta-feira e no sábado; seu terceiro disco chega às lojas; leia entrevista

Augusto Gomes, iG São Paulo |

Renam Christofoletti
Mariana Aydar
A semana para Mariana Aydar está agitada. Além de lançar o seu terceiro disco, "Cavaleiro Selvagem Aqui te Sigo", a cantora vai participar do Rock in Rio . E em dose dupla: ela estará no primeiro show do festival, na sexta, ao lado de da banda Móveis Coloniais de Acaju e da Orquestra Rumpilezz do maestro Letieres Leite, e também fará uma participação especial na apresentação da banda britânica Snow Patrol, no sábado.

Siga o iG Cultura no Twitter

Mariana foi escolhida para cantar "Set the Fire to the Third Bar" pelo próprio grupo, a partir de uma lista enviada pela Universal, gravadora dos dois artistas. Na versão original, quem divide a cena com o vocalista Gary Lightbody é a cantora Martha Wainwright. No Brasil, a tarefa caberá a Mariana.

O show do Snow Patrol acontece neste sábado (dia 24), segundo dia do Rock in Rio , que terá o Red Hot Chili Peppers como atração principal.

Antes, na sexta, Mariana estará no palco secundário do festival. "Vou cantar duas músicas com o Móveis Coloniais de Acaju e a Orquestra Rumpilezz. Uma será 'Peixes Pássaros Pessoas', do meu segundo disco. A outra será uma canção dos Beatles que ainda não posso dizer qual é", afirmou, em entrevista ao iG . "Nós ainda nem ensaiamos. Mas tenho certeza de que vai dar certo."

null Pelo menos com Letieres Leite, a cantora já tem intimidade. Ele foi um dos produtores de "Cavaleiro Selvagem Aqui te Sigo", junto com o músico Duani, marido de Mariana. Na comparação com seus dois trabalhos anteriores, "Kavita 1" (2006) e "Peixes Pássaros Pessoas" (2009), ela vê uma diferença fundamental neste disco: é um trabalho "de banda". "Fiz questão de gravar ao vivo no estúdio", explica.

O motivo? "Sou um bicho de palco, não tem jeito. Acho estúdio uma coisa meio inóspita. Agora, sinto que consegui transportar para o disco o que acontece ao vivo", diz.

Das 13 faixas do álbum, cinco foram feitas por Mariana em parceria com outros compositores. Entre eles, o rapper Emicida em "Cavaleiro Selvagem" e a cantora Luisa Maita em "Solitude", primeira música de trabalho (ouça ao lado).

Essas faixas são uma pequena amostra do lado compositora de Mariana. "Tenho umas 30 músicas que fiz desde o segundo disco e que não consegui acabar. Todas as que consegui terminar entraram no álbum novo", conta.

"É um material bruto, que produzi meio intuitivamente. Esse processo de composição foi interessante até mesmo para eu saber o que vinha de dentro de mim", explica.

Entre as releituras de músicas antigas, está "Vai Vadiar", famosa com Zeca Pagodinho. "Já cantava essa música em shows desde a época do meu primeiro disco. Ela não entrou no segundo porque queria colocar só inéditas. Agora foi o momento de gravar", afirma.

Outra versão é "Nine Out of Ten", de Caetano Veloso. "É a música preferida de todo mundo. Gravei por isso", ri. "Mas ainda não tive coragem de mostrar para o Caetano."

Acesse o especial Rock in Rio

    Leia tudo sobre: Mariana AydarSnow PatrolRock in Rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG