Show da banda mexicana Maná entedia público do Rock in Rio

Após apresentações cheias de hits de Frejat e Skank, grupo foi balde de água fria na plateia

Augusto Gomes, enviado ao Rio de Janeiro |

O Maná pode ser um dos grupos mais populares do méxico, com milhões de álbuns vendidos na América Latina em mais de trinta anos de carreira, mas no Brasil eles são pouco conhecidos. Isso ficou evidente na apresentação da banda no Rock in Rio : o público aprovou o show, mas não se empolgou como em outras atrações do dia.

Acesse o especial Rock in Rio

Foi um balde de água fria na Cidade do Rock, principalmente depois da enxurrada de hits promovida por Frejat e principalmente Skank no mesmo palco. Para piorar, o pop rock do Maná não tem muita personalidade. Nem a participação especial de Andreas Kisser, guitarrista do Sepultura , conseguiu tirar a performance da mesmice.

O momento em que o público mais se animou foi a balada "Vivir Sin Aire", famosa no Brasil por ter entrado na trilha sonora da novela "Mulheres Apaixonadas". O vocalista Fher Olvera também conquistou a simpatia da plateia ao vestir uma camiseta da seleção brasileira durante a última música do show, "Clavado en un Bar".

A tarefa de retomar o ânimo do público agora é do Maroon 5. O grupo é o próximo a se apresentar no palco Mundo neste sábado. A noite termina com o Coldplay. No domingo, último dia do Rock in Rio 2011, as principais atrações do Rock in Rio são Evanescence, System of a Down e Guns N' Roses.

Acesse o especial Rock in Rio

    Leia tudo sobre: rock in riomaná

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG