Red Hot meditou antes do show e Elton John quis água destilada

'Runner' do Rock in Rio conta bastidores e pedidos mais estranhos que teve de atender no primeiro fim de semana do festival

Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

Bruno Souza
Água destilada pedida por Elton John
Phillipe Maia Souto Maior, 24 anos, é o famoso “assistente de perrengue”, ou “runner (corredor)”, do backstage do Rock in Rio . Ao iG , ele narra os pedidos que teve de atender no primeiro fim de semana de festival, como o de Elton John , que quis água destilada e cuja embalagem parecia soro de hospital. Mas as estrelas que mais deram trabalho foram os integrantes do Red Hot Chili Peppers , que meditaram no camarim e trouxeram até suas próprias panelas para o Brasil.

Anthony Kiedis, Flea, Chad Smith e companhia chegaram a montar uma sala de meditação no backstage. Atração principal desta quinta-feira, Stevie Wonder, por ora, só pediu duas garrafas de rum, que Phillipe acredita ser para o seu staff e, por isso, aguarda novidades ao longo desta quinta-feira.

“Foi muita correria por aqui. Na sexta-feira foi tranquilo. No sábado, fomos chamados para trabalhar com o pessoal do Red Hot até na cozinha que montaram. Essa hora foi uma doideira. Tive de lavar louça, sair correndo de um lado para o outro. O que deu mais trabalho na verdade foi quando pediram um creme de leite e não tinha em lugar algum. Fui achar na cozinha da área VIP”, contou Phillipe, que enquanto lava os pratos dos astros sonha em ter alguém enxaguando os seus e levar suas duas bandas, Zylou e Genial Alarde, a um palco do tamanho do Mundo, o principal do Rock in Rio .

Photo Rio News
Elton John durante sua apresentação no primeiro dia de Rock in Rio
Curioso é que, no fim, o creme de leite sequer foi usado. “Não sei nem qual era o prato, acabou que nem usaram. Tinha muita coisa para o Red Hot: waffle, salada de salmão, salada de ovo, salada de não sei mais o que, foi muita coisa. Eles trouxeram tudo, a cozinha montada. Todos os utensílios, panela, colher para mexer, tudo mesmo”, contou.

Mas não foi apenas na cozinha que a banda californiana deu trabalho. A arrumação do camarim também fez a produção do festival suar. “Ficamos mais de uma hora movendo os móveis para lá e para cá, a pessoa que trabalhava com eles olhava e dizia: ‘assim não, muda!’. Enquanto eu estava lavando louça deles, o que fiquei fazendo até as 3h da manhã, o Chad ficava atrás de mim fumando cigarro e falando besteira, parece um moleque, muito gente boa”, disse Phillipe, antes de contar como ficou o ambiente para a banda se preparar para o show.

“Trouxeram várias toalhas diferentes, de veludo, umas coisas douradas, muito louco. Colocaram um cheiro, não sei se foi incenso ou só perfume. Fizeram uma sala de meditação com um teclado/sintetizador Nord Lead e um amplificador de baixo. Também fizeram uma sala de bateria eletrônica”, completou.

Arquivo pessoal
Phillipe e Bruno Souza, 'runners' do Rock in Rio
Mas o pedido mais estranho do fim de semana foi de sir Elton John . Além dos vasinhos quadrados com lados de 15cm com os quais pediu que fosse decorada a sua tenda exclusiva, o inglês cismou com uma água destilada, usada para injeções, que a produção penou para encontrar.

No fim, deixou a água de lado. “Parecia um tubo de hospital, um negócio esquisitão. Acabou que ninguém usou para nada. Parecia um soro, não tinha marca”.

Além de Stevie Wonder, Jamiroquai, Ke$ha, Janelle Monáe são as outras atrações internacionais do palco Mundo nesta quinta-feira, no Rock in Rio. No palco Sunset, promessa de bons shows com Afrika Bambaataa, Paula Lima e Boss AC, e a apresentação mais aguardada do dia no tablado secundário, Joss Stone.

Acesse o especial Rock in Rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG