Raio-X identificou equipamento e agentes da Polícia Federal prenderam suspeito que ia para a Cidade do Rock

Um homem de 27 anos foi preso na manhã deste sábado no Aeroporto Santos Dumont, com um “chupa-cabras”, aparelho usado para clonar cartões de crédito e débito, que seria usado na Cidade do Rock, durante o Rock in Rio .

O “chupa-cabra” estava dentro da mala do rapaz, vindo de São Paulo. O equipamento foi identificado por agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal, pela máquina de raio-X. Segundo a PF, o suspeito admitiu que se aproveitaria da quantidade de pessoas reunidas no local para o festival.

O homem ainda não tinha ingressos, mas pretendia comprar com cambistas. Ao ser detido, o suspeito também teve o computador portátil apreendido. Ele teria ainda tentado subornar os policiais federais para evitar ser preso e deve responder por corrupção ativa.

Acesse o especial Rock in Rio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.