Segundo a polícia, o número de ocorrências registradas diminuiu na segunda parte do Rock in Rio

O número de furtos e extravios diminuiu consideravelmente dos primeiros três dias de Rock in Rio para a segunda parte do festival. Na etapa final do evento, que começou na quinta-feira, o campeão de furtos foi o dia da “micareta”, sexta-feira (30), com 122, além de 16 extravios.

A maior quantidade de ocorrências dessa natureza em todos os dias de festival, porém, foi registrada no dia dos metaleiros, o último domingo (25), com 186 furtos e 70 extravios. Neste sábado (1), até as 19h, foram registrados cerca de 10 furtos.

Nos primeiros três dias de Rock in Rio, o total de furtos chegou a 417. Na semana seguinte, na qual o festival teve início na quinta-feira com a apresentação de Stevie Wonder, foram registrados 156 furtos até a sexta-feira (30). O balanço deste sábado ainda não foi fechado.

Os números foram detalhados pelo delegado titular da 18ª DP, Orlando Zaconne, que está atuando no Juizado Especial Criminal (Jecrim) instalado na saída da Cidade do Rock. De acordo com Zaconne, há uma explicação para o alto número de registros no último dia da primeira parte do festival, o domingo de Metallica e Slipknot.

“Nos primeiros dias, quem era furtado ou sofria algum tipo de crime dentro da Cidade do Rock, era orientado pela organização a vir até o posto policial e a entrada era permitida apenas com o registro de ocorrência. Essa informação vazou de alguma forma, e começamos a suspeitar de muita falsa comunicação de crime para conseguir entrar no evento. Com isso, avisamos à organização e passaram a fazer um livro para a pessoa assinar antes de sair e poder voltar com a ocorrência”, explicou, ressaltando que, na quinta-feira seguinte (29), o número de registro de furtos caiu bastante, com 34 no total.

Duas pessoas foram autuadas na quinta-feira (30) em função de falsa comunicação de crime, um militar da Aeronáutica, Vítor Thalez Luz de Carvalho, de 45 anos, e um menor, encaminhado para ser autuado como menor infrator na 42ª DP. Além das duas falsas comunicações de crime, houve também registros com cambistas, uma lesão corporal recíproca e um crime contra o direito autoral, com apreensão de camisas por uso indevido da marca do festival.

Confira abaixo o balanço de furtos e extravios no Rock in Rio:

Furtos:
Dia 23 - 105
Dia 24 - 126
Dia 25 - 186
Dia 29 - 34
Dia 30 - 122

Extravios:
Dia 23 - 28
Dia 24 - 83
Dia 25 - 70
Dia 29 - 11
Dia 30 - 16

Acesse o especial Rock in Rio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.