Capitão América e sapo encantado prometem salvar donzelas em perigo no Rock in Rio

Dupla de Natal veste fantasias de heróis para fazer sucesso com as mulheres do festival

Luisa Girão, iG Rio de Janeiro |

Vivian Fernandez
Danny Stywart e Clif Anderson
O problema de furtos no Rock in Rio estão com os dias contados. Pelo menos é o que pensa o natalense Danny Stywart, de 28 anos.

Vestido como o Capitão América, herói dos quadrinhos Marvel, o petroleiro afirmou que veio proteger as donzelas em perigo. “Vim salvar o Rock in Rio. Principalmente, as mulheres”, brincou ele.

O “Capitão América do Rock in Rio” conta com a ajuda de um parceiro inusitado. O sapo encantado Clif Anderson, de 26 anos.

“Estou há milhões de anos procurando a princesa que me fará tornar príncipe”, diverte-se. Os dois garantem que as fantasias fazem sucesso com a mulherada. “Elas pedem para tirar foto e nós damos o bote”, diverti-se.

Os nomes incomuns dos dois não são por acaso. Como todo bom herói, eles fazem questão de manter a identidade secreta. Danny explicou que eles fazem parte do grupo “Liga da Justiça”.

“São seis pessoas que se vestem como os personagens. Vamos para todos os eventos e lugares. Já fomos para Copa América, shows e festinhas”, explicou. Os dois têm mais de 20 fantasias, todas importadas dos Estados Unidos. “Super-homem, boi, bebê da vovó... Já nos fantasiamos de tanta coisa. O importante é nos divertimos”, disse Clif.

Acesse o especial Rock in Rio

    Leia tudo sobre: Rock in Riomúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG