João de Deus Mena Barreto

30/06/1874 (Porto Alegre, RS) - 25/03/1933 (Rio de Janeiro, RJ)

iG São Paulo

FGV CPDOC
João de Deus Mena Barreto
Quem foi - Militar representante do Exército na Junta Militar Governativa Provisória, que assumiu o poder com a deposição de Washington Luís. De uma família de tradição militar, filho de general de carreira, combateu na Revolução Federalista (1893-1895), deflagrada no Rio Grande do Sul contra o presidente Floriano Peixoto. Em 1911, tornou-se adjunto de seu tio Antônio Adolfo da Fontoura Mena Barreto, então ministro da Guerra. Participou da repressão aos levantes militares de 1922 e 1924, conhecidos como revoltas tenentistas. Comandou a 1ª Região Militar entre 1924 e 1926. No final deste período, foi eleito presidente do Clube Militar.

Papel na revolução – Mesmo não tendo participado diretamente das articulações revolucionárias, Mena Barreto assumiu as negociações com oficiais de alta patente do Rio de Janeiro quando o levante armado chegou à então capital federal. Liderou a comissão que foi ao palácio Guanabara pedir que o presidente renunciasse e foi o responsável por sua condução ao forte Copacabana após a rendição. Integrou a Junta Militar Governativa Provisória que governou o País por dez dias, antes de dar posse a Getúlio Vargas. Em 1931 foi nomeado interventor federal no Estado do Rio de Janeiro, mas renunciou ao cargo três meses depois por discordar dos temos do Código dos Interventores. Por continuar sendo homem de confiança de Getúlio, foi nomeado em seguida ministro do Supremo Tribunal Militar.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG