Augusto Tasso Fragoso

28/08/1869 (São Luís, MA) - 20/09/1945 (Rio de Janeiro, RJ)

iG São Paulo

FGV CPDOC
Augusto Tasso Fragoso (centro)
Quem foi – Oficial do Exército mais antigo em atividade na ocasião da tomada do poder pelos revolucionários. Militar desde a época do Império, Fragoso esteve presente quando Deodoro da Fonseca proclamou a República e defendeu Floriano Peixoto em diversos levantes contra seu governo. Exerceu diversas funções de confiança, mas sempre se recusou a ocupar cargos públicos executivos.

Papel na revolução - Em 1929, foi procurado pelos políticos gaúchos Lindolfo Collor e Sérgio de Oliveira para participar da revolução, mas se recusou. Porém denunciou os planos ao presidente Washington Luís. Quando a Aliança já havia conquistado a maior parte dos Estados e preparava-se para tomar o Distrito Federal, foi convidado pelo general João de Deus Mena Barreto para assumir a liderança da operação militar de deposição do presidente. Concordou com a proposta e foi responsável, ao lado de Mena Barreto e José Isaías Noronha, pela deposição e condução de Washington Luís ao forte Copacabana, onde o presidente deposto ficou preso.

Com os outros dois militares, assumiu a Junta Militar Governativa Provisória, que governou o País por dez dias até passar o cargo para Getúlio Vargas. Em 31 de março de 1931, Tasso Fragoso foi nomeado chefe do Estado-Maior do Exército.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG