Violência deixa dezenas de mortos na Síria neste domingo

Mais de 50 pessoas morreram em decorrência de confrontos, sendo 28 civis e 28 soldados do Exército

AFP |

Cinquenta e seis pessoas morreram neste domingo, vítimas da violência na Síria, a metade delas constituída por civis, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), em comunicado. Vinte e oito civis foram vítimas da violência: 23 na região de Homs (centro), dois em Daraya (subúrbio de Damasco) e três na região de Idleb (noroeste). Ao mesmo tempo, 28 soldados do Exército regular morreram: 14 na região de Idleb, 7 em Houla (região de Homs), 3 em Zabadani (perto de Damasco) e 4 em Deraa (sul), segundo o OSDH, com sede em Londres.

França: UE vai endurecer ainda mais sanções à Síria, afirma Juppé
EUA:
Hillary condena Rússia e China e pede união aos amigos da Síria

De acordo com a informação, cinco crianças estão entre as vítimas. Ao mesmo tempo, o veto sino-russo na ONU contra uma resolução condenando a repressão na Síria provocou, neste domingo, indignação no mundo árabe, no Ocidente e entre a oposição, enquanto a violência no país não dá qualquer sinal de arrefecimento.

Após o fracasso dos esforços diplomáticos nas Nações Unidas, os Estados Unidos anunciaram a vontade de reforçar as sanções contra Damasco, para fazer secar as fontes de financiamento e as entregas de armas ao regime do presidente Bashar al-Assad.jb/sw/fc/sd

    Leia tudo sobre: SíriaAssadmundo árabe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG