Tunísia: novos confrontos entre policiais e manifestantes

Polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os jovens

AFP |

As forças de segurança e manifestantes antigoverno entraram em confronto mais uma vez na capital da Tunísia neste domingo, com a polícia usando bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os jovens, informaram jornalistas da AFP. Manifestantes gritavam slogans contra o governo interino composto após a queda, no mês passado, do presidente Zine El Abidine Ben Ali, e tentavam marchar rumo ao Ministério do Interior, onde um blindado da polícia os impedia de continuar.

Três pessoas foram mortas pela violência durante protestos no sábado. Outros jovens atiravam pedras contra os edifícios para quebrar janelas, e instalaram barricadas para frear o avanço dos policiais, que tentavam sem êxito dispersá-los com as bombas de gás.

A avenida Burguiba também foi cenário no sábado de confrontos entre as forças de segurança e manifestantes, dispersados pela polícia em várias ocasiões com bombas de gás. O ministério tunisiano indicou que três pessoas morreram nesses confrontos, nos quais vários policiais ficaram feridos.

    Leia tudo sobre: Tunísiapolíticarevoltamundo árabe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG