Saleh 'se prepara' para assinar acordo de transferência de poder

TV estatal do Iêmen e enviado da ONU afirmam que presidente iemenita está na Arábia Saudita para assinatura de documento

iG São Paulo |

AP
Em Sanaa, mulher mostra mãos nas quais está escrito: morte, não para Ali Saleh (21/11)
A TV estatal do Iêmen afirmou que o presidente do país, Ali Abdullah Saleh, desembarcou nesta quarta-feira na Arábia Saudita, onde assinará um acordo de transferência de poder. O documento prevê que Saleh, no poder há 33 anos, passe o cargo para o vice-presidente em troca de imunidade judicial.

Desde que os protestos contra seu governo começaram, há oito meses, Saleh prometeu repetidas vezes assinar o acordo mediado por países árabes.

A TV estatal afirmou que o líder chegou a Riad, capital saudita, mas não precisou quando será a assinatura do documento.

O enviado da ONU ao Iêmen, Jamal Bin Omar, afirmou que “todas as partes” tinha concordado com o acordo de transferência de poder e que ele deve ser assinado ainda nesta quarta-feira.

Enquanto isso, milhares de opositores saíram às ruas da capital iemenita, Sanaa, e da cidade de Taiz para pedir que Saleh não receba a imunidade judicial e possa ser julgado por seus “crimes”. “Nem garantia nem imunidade”, gritavam os manifestantes.

A proposta do CCG, que Saleh havia se negado a assinar em três ocasiões, prevê que o presidente, no poder desde 1978, renuncie um mês depois de sua assinatura, em troca de imunidade para ele e seus assessores.

Saleh tem se resistido à pressão para renunciar. Em junho ele ficou ferido em um ataque ao palácio presidencial e buscou tratamento na Arábia Saudita, onde permaneceu por três meses.

Sua surpreendente volta ao país, em setembro, suspendeu as negociações sobre oplano de transição mediada pelos países do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG).

Com AP

    Leia tudo sobre: iêmenali abdullah salehmundo árabe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG