Rebeldes líbios avançam pelo oeste do país

Rebeldes comemoram sobre tanque abandonado na cidade de Ajdabiya

BBC Brasil |

Rebeldes líbios ganharam terreno a oeste do país neste sábado, recapturando a cidade de Ajdabiya e, segundo alguns relatos, também a cidade de Brega. As duas cidades, no leste do país haviam sido capturadas por forças leais ao líder líbio, Muamar Khadafi, antes dos ataques aéreos da coalizão, na semana passada.

Neste sábado, a França disse ter destruído pelo menos cinco aviões militares e dois helicópteros do regime de Khadafi na base militar de Misrata, no oeste do país, a única cidade controlada por rebeldes nesta parte da Líbia.

Desde fevereiro, rebeldes tentam por fim aos mais de 40 anos de Khadafi no poder. A retaliação do líder líbio foi violenta e levou a ONU a aprovar a criação de uma zona de exclusão aérea para proteger os civis do país.

Avanços

Nas últimas sete noites, aviões da coalizão liderada por EUA, França e Grã-Bretanha vêm bombardeando alvos na Líbia para implementar a resolução das Nações Unidas.

Os bombardeios parecem ter permitido aos rebeldes recuperar cidades que havia perdido para forças leais a Khadafi. Neste sábado, um ministro líbio disse que os militares deixaram Ajdabiya após o "envolvimento pesado" das forças ocidentais.

Segundo o correspondente da BBC Ben Brown, que está na cidade, os opositores de Khadafi saíram às ruas para comemorar a retomada da cidade, dançando, acionando buzinas e dando tiros para o ar.

Os opositores de Khadafi cantavam "obrigado, Obama" e "obrigado, Cameron" - em referência ao presidente dos Estados e ao primeiro-ministro da Grã-Bretanha, dois países que lideram a aliança militar internacional no país.

Os rebeldes afirmam que retomar Ajdabiya, que tem cerca de 100 mil habitantes, foi o primeiro passo para que suas forças comecem a avançar para o oeste. Os insurgentes dizem que, com os ataques da coalizão na noite passada, os homens de Khadafi na cidade fugiram ou foram mortos.

Ataques da coalizão

Brown afirma que os ataques da coalizão em Ajdabiya pareceram mais intensos na madrugada deste sábado, com caças Tornado da Força Aérea Real britânica (RAF, sigla em inglês) disparando mísseis teleguiados Brimstone sobre as forças de Khadafi.

De acordo com o repórter da BBC, após os bombardeios, foi possível ver em Ajdabiya cerca de 20 tanques do regime líbio abandonados ou destruídos, além de veículos blindados e peças de artilharia.

Por sua vez, Khadafi afirma ter ordenado uma promoção para todos os integrantes do Exército e da polícia da Líbia, além de propor o armamento de voluntários civis que pretendam combater os insurgentes.

Segundo o correspondente da BBC na cidade de Benghazi Kevin Connolly as últimas manobras do regime líbio dão sinais de desespero.

    Leia tudo sobre: Líbiarebeldesrevolta

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG