Rebeldes estão nos arredores de Trípoli

Disparos e explosões foram ouvidos no domingo pela manhã. Militantes esperam chegar em peso à capital líbia nesta noite

iG São Paulo |

Os rebeldes que lutam contra o regime de Muamar Kadafi estão a poucos quilômetros de Trípoli, a capital da Líbia, e esperam chegar em peso à cidade neste domingo à noite. Disparos e explosões foram ouvidos na capital líbia no domingo pela manhã, mas Kadafi fez um pronunciamento na TV afirmando que os rebeldes, a quem chamou de ratos, haviam sido eliminados em Trípoli. 

De acordo com a emissora de televisão Al Jazeera, as forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) teriam bombardeado neste domingo o complexo de Bab al-Aziziya, no centro de Trípoli. O complexo fortificado seria o quartel general de Kadafi. Ainda hoje, a mesma rede afirmou que forças rebeldes durante o avanço até Trípoli teriam matado 31 membros das forças de Kadhafi. Outros 42 teriam sido detidos.

No sábado, os combatentes anti-Kadafi conquistaram regiões importantes do País que estavam nas mãos do regime líbio até pouco tempo. A cidade de Zawiya, que fica 50 quilômetros ao oeste de Trípoli, foi conquistada no sábado. Um grupo de militantes partiu da cidade na manhã deste domingo com destino a Trípoli, tendo conquistado Jaddayim, uma pequena cidade e a primeira no caminho rumo à capital. Eles também assumiram o controle da cidade de Zlitan, 160 quilômetros ao leste de Trípoli.

Os ativistas contrários ao regime estão avançando em diferentes frentes , pelo leste, sul e oeste.
Navios de guerra da Otan estão controlando o acesso ao mar. Forças leais ao governo estão combatendo os rebeldes na cidade portuária de Brega, que abriga uma das principais reservas de petróleo do País.

AP
Militantes anti-Kadafi são vistos na vila de Mayah, a 30km da capital líbia, neste domingo


Recuo

Os militantes admitiram que foram obrigados a recuar da zona industrial da cidade, após terem sofrido um pesado bombardeio. Segundo a BBC, centenas de combatentes estão na cidade e estão se deslocando por caminhonetes ou a pé. Há informação de que a cidade foi tomada no domingo de manhã após árduos combates entre rebeldes e tropas do governo. Sons de tiros foram ouvidos ao longo de toda a noite de sábado, assim como explosões. Os distúrbios pareciam vir de regiões no norte, no leste e no sudeste do centro da cidade.

Um porta-voz do governo atribuiu os disparos e estampidos a pequenos grupos de gangues armadas. Rebeldes afirmam que soldados pró-Kadafi baseados na cidade teriam abandonado seus postos e se juntado aos rebeldes. Os combates mais intensos se deram por volta das 23h de sábado, mas os ruídos de disparos diminuíram consideravelmente no domingo, conta a BBC.

Os enfrentamentos provavelmente se deram entre combatentes anti-Kadafi, que já estavam em Trípoli, e forças do governo e não entre rebeldes que teriam entrado na cidade. Muamar Kadafi ainda dispõe de forte apoio em Trípoli e homens e mulheres receberam armas e treinamento nas últimas semanas. Postos de controle também foram montados em diferentes partes da cidade.

*com informações de AP, AFP e BBC Brasil

    Leia tudo sobre: líbiakadafimundo árabetrípoli

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG