Premiê iraquiano dá 100 dias para ministros melhorarem serviços

Medida foi tomada após manifestações registradas nas principais cidades do Iraque contra a incompetência do governo

AFP |

O primeiro-ministro iraquiano, Nuri al Maliki, deu neste domingo cem dias para que seus ministros melhorem os serviços públicos, depois das manifestações registradas nas principais cidades do Iraque contra a incompetência do governo.

"Maliki fixou um período de 100 dias depois do qual será feita uma avaliação do trabalho do governo e dos ministros para estabelecer o nível de êxito e fracasso pessoal na hora de cumprir o trabalho", afirmou o comunciado, que completou que o período começava neste domingo. "Serão feitas mudanças baseadas nas avaliações".

O texto também indica que serão tomadas novas medidas para lutar contra a corrupção, como a obrigação para os ministérios de anunciar publicamente todos os postos de trabalho disponíveis, com o objetivo de acabar com o favoritismo.

A decisão ocorre depois da reunião do governo neste domingo para tratar do tema dos protestos nos quais milhares de iraquianos foram às ruas para se manifestar contra a má qualidade dos serviços públicos, a corrupção e o desemprego.

    Leia tudo sobre: iraquemanifestaçãoviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG