Otan desmente morte de civis em ataque na Líbia

Emissora de televisão estatal noticiou morte de 15 pessoas em Brega, cidade situada ao leste do país

AFP |

O porta-voz da Otan desmentiu para a AFP neste sábado informações apresentadas pela televisão estatal líbia indicando a morte de 15 civis em um ataque a Brega, cidade rica em petróleo no leste da Líbia, acrescentando que as forças da coalizão atlântica atingiram "alvos militares". "A Otan visou edifícios em um setor abandonado de Brega. Alvos militares legítimos foram atingidos", indicou o porta-voz da missão da Aliança na Líbia.

"Tivemos tempo para observar a área e estamos certos disso. Um plano meticuloso foi estabelecido para esta ação", indicou, acrescentando que quando a Otan ataca "qualquer pessoa que estiver no local naquele momento é legitimamente considerada um alvo militar".

A agência oficial líbia Jana indicou que o ataque foi efetuado neste sábado. "A coalizão atlântica cruzada colonialista bombardeou áreas civis, entre elas uma padaria e um restaurante em Brega, deixando 15 mártires e mais de 20 feridos entre os clientes", anunciou a televisão, que não indicou a hora do ataque.

A Jana informou que outros cinco "cidadãos" foram mortos nos ataques realizados na véspera.Em seu relatório diário, a organização indicou que tinha atacado 35 alvos, entre eles veículos e instalações militares, na região do porto petroleiro de Brega, 800 km a sudoeste de Benghazi.A televisão líbia, por sua vez, denunciou uma "guerra de extermínio" e "crimes contra a Humanidade" cometidos pela Otan na Líbia.

    Leia tudo sobre: LíbiaconflitoOtanExército

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG