Segundo organização, alguns "indícios apontam que a falha de um sistema de armas poderia ter causado o incidente"

A Otan reconheceu neste domingo que a falha de um projétil pode ter provocado a morte de pelo menos cinco civis durante um ataque aéreo sobre Trípoli .

O organismo "lamenta a perda de vidas inocentes e tem muito cuidado ao realizar ataques", disse o general Charles Bouchard, responsável pelas operações da Otan sobre a Líbia, em comunicado.

Bouchard acrescentou que, embora o fato ainda esteja sendo investigado, "os indícios apontam que a falha de um sistema de armas poderia ter causado o incidente".

Funcionários do Hospital Central de Trípoli confirmaram que três vítimas do bombardeio já chegaram mortas ao local, inclusive uma criança. Além disso, um correspondente do The New York Times disse ter visto os corpos de outras duas pessoas serem retirados das ruínas de uma residência.

Em foto tirada em tour do governo pessoas são vistas em frente de destroços de casas em Trípoli que, segundo autoridades líbias, foram destruídas em bombardeio da Otan
AFP
Em foto tirada em tour do governo pessoas são vistas em frente de destroços de casas em Trípoli que, segundo autoridades líbias, foram destruídas em bombardeio da Otan

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.