Oposição celebra saída de presidente do Iêmen

Ali Abdullah Saleh foi hospitalizado na Arábia Saudita e vice-presidente assumiu comando do país

iG São Paulo |

O vice-presidente do Iêmen, Abdo Rabbo Mansour Hadi, assumiu o controle do país, de acordo com a Constituição e após uma ordem o chefe do Estado, Ali Abdullah Saleh, segundo fontes do governo. Saleh viajou para a Arábia Saudita para tratar os ferimentos sofridos no ataque de sexta-feira ao palácio presidencial. Pela legislação, Hadi pode permanecer no poder por 60 dias. Logo após assumir, Hadi conseguiu chegar neste domingo a um acordo com o chefe tribal opositor Sadiq al Ahmar para um cessar-fogo nos combates que perturbam Sanaa há duas semanas.

A troca de comando alimentou comemorações entre opositores do governo, que alardeavam a "queda do regime". "Jovens da revolução" ocuparam as ruas da capital Sanaa e na cidade de Taez. "Hoje nasceu um novo Iêmen", gritaram os jovens na área que virou cenário de um protesto permanente, perto da Universidade de Sanaa.

AFP
Manifestantes comemoram afastamento de Saleh em Sanaa, neste domingo

"Acabou, o regime caiu", gritavam outros, enquanto muitos mencionavam a "fuga de Saleh", que está no poder há 33 anos.A oposição anunciou ainda que vai trabalhar para evitar o retorno de Ali Abdullah Saleh ao país. "Nós vamos trabalhar com todas as forças para evitar o retorno dele", declarou o porta-voz da oposição no Parlamento, Mohammed Qahtan, à AFP. "Nós consideramos isto como o início do fim deste regime corrupto e tirânico, completou. Em Taez, importante cidade do sudoeste do país, centenas de manifestantes se reuniram para gritar "liberdade, liberdade, Ali fugiu".

Saleh chegou no sábado à noite em Riad para receber atendimento médico e depois retornar ao Iêmen, segundo fontes sauditas. O presidente iemenita, 69 anos, foi levado imediatamente ao hospital militar da capital saudita. Segundo uma fonte centro de saúde ele foi operado neste domingo e os médicos recomendaram duas semanas de repouso absoluto.

O presidente gravou uma mensagem aos iemenitas para garantir que estava bem de sáude. Mansur Hadi conversou neste domingo com o embaixador dos Estados Unidos em Sanaa, Gerald Feierstein, sobre a situação no país, informou a agência oficial Saba.

O encontro de Mansur Hadi com o diplomata americano foi o primeiro ato anunciado publicamente desde a viagem de Saleh para Riad.Saleh chegou em um avião ambulância saudita e foi levado imediatamente ao hospital militar de Riad no sábado. Os familiares do presidente viajaram à capital saudita em outra aeronave, disse o funcionário.

Segundo fontes sauditas, o filho mais velho de Saleh e comandante da Guarda Republicana, Ahmad, a quem a oposição acusa de estar preparando a sucessão, permeneceu no Iêmen.O presidente do Iêmen foi atingido na sexta-feira, em um ataque à mesquita do Palácio que deixou 11 mortos e 124 feridos, atribuído ao poderoso chefe tribal Sadek al-Ahmar.

Com AFP e EFE

    Leia tudo sobre: IêmenpolíticaviolênciaArábia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG